Os jogadores do Botafogo terão um incentivo extra para voltar a vencer após quatro rodadas no Campeonato Brasileiro — três empates e uma derrota. Depois de acertar um empréstimo bancário ontem, o clube pagou o salário de agosto, que estava atrasado, antes do elenco viajar para Curitiba, onde enfrenta o Atlético-PR, hoje, às 21h, na Arena da Baixada.

Antes do dinheiro entrar na conta, o treinador Zé Ricardo já havia comentado sobre a situação. A expectativa é que o acerto deixe o clima um pouco mais leve.

— É difícil quantificar o quanto isso interfere. Estou vendo uma mobilização da diretoria em resolver o problema, o que seria importante nesta reta final. O salário sendo pago nos dá tranquilidade, que é o que estamos precisamos — analisou o comandante alvinegro.

Como foi dito pelo presidente Nelson Mufarrej durante a semana, o clube acertou os vencimentos tão logo o dinheiro do empréstimo entrou na conta do clube. Porém, mesmo com o mês de agosto pago, o Botafogo ainda está em débito. O salário de setembro, também prometido para ontem, não foi pago. Os direitos de imagem de ambos os meses permanecem atrasados. A expectativa é que tudo seja resolvido até a semana que vem.

Dentro de campo, a equipe tentará dar mais um passo para se afastar da zona de rebaixamento. Após ensaiar viver um bom momento com dois triunfos consecutivos — sobre América-MG e Vitória —, o time somou apenas três dos últimos 12 pontos disputados, o que deixou novamente os torcedores alvinegros apreensivos diante da ameaça de se reaproximar da “turma da degola” em caso de derrota hoje.

— Vínhamos bem, mas caímos de rendimento. Trabalhamos a semana em cima dos pontos que acreditamos que causaram a queda na performance — disse Zé Ricardo.

Fonte: Extra Online