Ter (muito) mais dinheiro no futebol não significa necessariamente sucesso em campo. Que o digam os rivais Flamengo, Fluminense, Vasco e Botafogo no Rio de Janeiro.

Com orçamentos menores do que os adversários para 2016, o time da Estrela Solitária e a equipe da Colina estão na final do Campeonato Carioca, enquanto rubro-negros e tricolores, com cofres bem mais cheios, terão que acompanhar a decisão pela televisão.

Ao todo, a dupla Fla-Flu tem R$ 315 milhões a mais em caixa do que Vasco e Botafogo, de acordo com valores divulgados pelas próprias agremiações em seus sites oficiais.

No confronto realizado na Arena da Amazônia, estavam de um lado o orçamento monstruoso do clube da Gávea, atualmente o maior do Brasil: R$ 419 milhões.

Do outro, as bem mais “modestas” receitas do Vasco, que disputará a Série B e conta com a ajuda do mecanismo de solidariedade da Fifa para angariar fundos com a venda de ex-jogadores, como Alex Teixeira (para o futebol chinês): R$ 231 milhões.

Em campo, porém, Andrezinho e Riascos minimizaram a diferença de R$ 188 milhões nos cofres com um gol cada e levaram o time cruz-maltino para a decisão carioca.

Já em Volta Redonda, o buraco financeiro era menor, mas ainda assim expressivo.

O Fluminense anunciou para o ano um orçamento de 267 milhões, o segundo maior das equipes do Rio de Janeiro, ficando atrás apenas do Flamengo.

Já o Botafogo, que vem de uma temporada na Série B e luta a cada dia por novas receitas, já que vive de patrocínios pontuais, trabalha com receitas de “apenas” 150 milhões para 2016. Uma diferença de R$ 117 milhões para o rival.

Nada disso importou, porém, quando Ribamar subiu mais alto que toda a zaga do Flu e cabeceou para dentro do gol de Diego Cavalieri, colocando o Bota na final.

Agora, na final, novamente haverá diferença no aspecto financeiro: R$ 81 milhões. No entanto, o abismo entre Vasco e Botafogo é o menor que existe entre os rivais cariocas.

E se a tendência do “mais pobre” se dar melhor que o “mais rico” seguir no Rio, é bom os botafoguenses já começarem a preparar a festa do título na capital fluminense.

Fonte: ESPN.com.br