O Botafogo encerrou com 100% de aproveitamento a sequência de três jogos no Rio de Janeiro e agora segue para Goiânia pela primeira vitória fora de seu domínio, diante do Goiás, domingo, no Serra Dourada. Em entrevista coletiva, o zagueiro Gabriel comentou sobre os resultados positivos construídos pelo Alvinegro e, com respeito ao adversário, posicionou que um time que pensa grande não pode viajar com outro objetivo em mente se não vencer.

– Tivemos uma sequência agora muito boa para a confiança da equipe, um pouco mais de tranquilidade para o Barroca poder trabalhar. Teremos agora um adversário muito complicado, mas quem pensa grande no campeonato também tem que pontuar fora. Vamos com muito respeito ao Goiás, mas para vencer a partida – disse Gabriel.

Confira os demais trechos da entrevista coletiva de Gabriel no Estádio Nilton Santos:

ELENCO À DISPOSIÇÃO

– É muito bom para o treinador olhar e ver que todos estão à disposição. É uma disputa muito saudável e quem tem a ganhar com isso é o Botafogo. Elevando essa briga, eleva também o nível técnico, tático e também melhora para o Barroca.

SOL DE AMÉRICA, O ADVERSÁRIO PARAGUAIO PELA CONMEBOL SUDAMERICANA

– Não conhecia muita coisa, mas estava comentando com o Erik que eles tem seus valores. Não chegaram até aqui por sorte. Mas primeiro teremos um jogo no domingo para depois pensarmos neles. A gente está nessa competição para enfrentar qualquer equipe. Temos que respeitar essa equipe. Pode não ser muito conhecida, mas também tem profissionais. Nosso pensamento está no domingo para depois pensarmos no jogo seguinte.

A EVOLUÇÃO DO TRABALHO

– Creio que naquela estreia era o início de um trabalho e nem todos os resultados são imediatos. Evoluímos naquele jogo contra o São Paulo, mas não criamos oportunidades. Nos jogos seguintes já melhoramos. O Barroca tem colocado sua filosofia bacana de jogo e vamos fazer o que ele pede.

O PRIMEIRO MÊS DE BARROCA NO COMANDO

– Tem sido um primeiro mês muito agradável e também em termos de resultados. Ele tem umas ideias de jogo muito legais. Tem o grupo em sua mão, sabe lidar. Ele pede intensidade sem a bola para termos a posse e até nos desgastarmos menos no jogo. Muita intensidade e controle com a bola.

DOIS JOGOS SEM SOFRER GOLS

– Fruto de muito trabalho. Mérito não só meu, mas de toda equipe. Quando se acha um passe o mérito é seu e de seu companheiro, que estava no lugar certo. Fico feliz por poder contribuir.

Fonte: Site oficial do Botafogo