O Botafogo deu um passo importante na busca por uma vaga nas quartas de final da Taça Libertadores. Nesta quinta-feira, o Alvinegro venceu o Nacional-URU por 1 a 0, em Montevidéu, e agora joga por um empate no Rio de Janeiro para avançar. Comentarista do SporTV, Ricardo Rocha destacou que o bom desempenho no Uruguai veio de um esquema tático sólido, que não deu muitas chances ao adversário.

De acordo com o comentarista, quando o Alvinegro não muda a forma, é muito difícil superar a sua defesa. Ricardo Rocha fez questão de elogiar o sistema defensivo armado por Jair Ventura.

– Foi uma partida intensa, principalmente no meio-campo. As duas equipes marcam muito forte. Foi um jogo para o Botafogo, que marca forte e busca o contra-ataque. Foi perfeito. O Carli e o Emerson foram perfeitos. A equipe marcou forte, o Lindoso foi perfeito (…). O Botafogo tem um propósito dentro de campo e não muda a sua característica. Quando tentaram mudar, o time perdeu. Quando joga com três zagueiros e bem postada é muito difícil superar essa defesa do Botafogo.

Para o comentarista, em uma partida com poucas oportunidades de gols e de forte marcação, o Botafogo foi inteligente ao aproveitar os espaços que o lateral Fucile deu no lado direito da defesa uruguaia.

– O Fucile é um lateral que apoia muito e deixava o lado direito da defesa do Nacional aberto. E o Pimpão aproveitou duas vezes (…). A equipe do Nacional marca bem, mas o Botafogo soube aproveitar os espaços. O Botafogo nas poucas vezes conseguiu aproveitar com felicidade.

O Botafogo volta a jogar no próximo domingo, às 19h, contra o Atlético-MG, no Estádio Nilton Santos. Com 15 pontos, o time carioca está na 10ª posição do Campeonato Brasileiro.

Fonte: SporTV.com