Embora o Botafogo ainda não tenha confirmado oficialmente, Jefferson vai, de fato, voltar à mesa de cirurgia. Em maio deste ano, em partida diante da Juazeirense, o goleiro se machucou e precisou passar por uma operação para reconstruir o tríceps do braço esquerdo. O procedimento constitui em retirar enxerto do joelho para inserir no local da lesão. A previsão de retorno do ídolo aos gramados era de três a quatro meses.

Em setembro, Jefferson participou de um jogo-treino diante do Bangu. No jogo, as dores no local da cirurgia se agravaram e, portanto, a carga de treino foi diminuída. Preocupado, o goleiro foi buscar ajuda fora do clube. Mas quem seria esse profissional? A equipe do Esporte Interativo apurou e descobriu quem é o médico encarregado de recuperar o ídolo alvinegro. O nome dele é Márcio Schiefer, ortopedista especializado em cotovelo e ombro. A reportagem entrou em contato com o médico, que, por respeito e ética, preferiu não entrar em muitos detalhes, mas confirmou que a cirurgia vai ser feita após os resultados dos últimos exames. O prazo de retorno ainda é incerto e vai depender de diversos fatores.

Com o intuito de apresentar o doutor Márcio Schiefer, que tem consultório em Niterói, cidade onde Jefferson reside, e no Leblon, Zona Sul do Rio de Janeiro, aos torcedores do Botafogo, o Esporte Interativo buscou detalhes da carreira do ortopedista. Confira abaixo as especializações do médico, que tem a missão de fazer com que o goleiro volte a jogar em alto nível.

  • Mestre em Medicina pela Universidade Federal do Rio do Rio de Janeiro (UFRJ)
  • Médico do Centro de Cirurgia de Ombro e Cotovelo de Instituito Nacional de Traumato-ortopedia (INTO)
  • Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia de Ombro e Cotovelo (SBCOC)
  • Membro da Sociedade Brasileira de Artroscopia e Trauma do Esporte (SBRATE)
  • Membro da American Academy of Orthopaedic Surgeons (AAOS)

Em 2016, Márcio Schiefer participou de diversos congressos de atualizações e, inclusive, ganhou prêmio de melhor trabalho em ombro apresentado. Em seu site, o ortopedista cita que está há 14 anos no mercado e conta os principais procedimentos que costuma realizar, que são: acromioplastia, anestesia para cirurgias de ombro e cotovelo, artroscopia, capsulite adesiva, lesão no manguito rotador, luxação recidivante, próteses e tendinite calcária. Agora, o médico tem em suas mãos e no bisturi a torcida dos alvinegros em recuperar um dos principais goleiros do futebol brasileiro e o ídolo mais recente do Botafogo.

Fonte: Esporte Interativo