À primeira vista da tabela, o jogo contra o Grêmio em Porto Alegre é um dos mais temidos, em que a derrota é tida como resultado normal. O Botafogo decide neste domingo, às 17h, sua ida à Copa Libertadores do ano que vem num contexto bem diferente: depois de conquistar o título da Copa do Brasil, na quarta-feira, o Grêmio deu férias a quase todo o elenco e inclusive ao técnico Renato Gaúcho, que já viajou para descansar no Rio. Do time titular gremista, apenas o zagueiro argentino Kannemann estará em campo.

A missão de voltar à Libertadores três anos depois de sua última participação está bem próxima de ser confirmada: se o Corinthians não conseguir vencer o Cruzeiro, no Mineirão, o Botafogo já estará classificado, mesmo com derrota. Se o Corinthians vencer seu jogo, aí o Botafogo precisará da vitória. Um empate até poderá servir, mas desde que o Atlético-PR perca para o Flamengo, na Arena da Baixada, em Curitiba.

Ainda que o discurso em General Severiano seja de que o jogo não fica mais fácil por causa do time reserva gremista, é uma vantagem importante. O fato de a vaga estar tão perto também ajuda a formar a sensação de que cair para sétimo lugar justamente na última rodada deixará um gosto muito amargo para o ano alvinegro.

O técnico Jair Ventura lembrou que, se haverá perda técnica do adversário, o Botafogo enfrentará um time de reservas dispostos a mostrar serviço, em vez de titulares possivelmente já relaxados pela conquista da Copa do Brasil.

— Claro que se perde com alguns desfalques, mas o Grêmio ganha em motivação. A gente não sabe como vem o Grêmio, mas sabemos que eles têm um elenco forte. Vão dar o máximo para vencer. Sabemos da nossa responsabilidade e vamos pela vaga — disse o treinador.

O Botafogo, por sua vez, tem apenas dois desfalques para o último jogo do ano: o volante Dudu Cearense e o atacante Neílton, ambos suspensos. Recuperado de lesão, o lateral Alemão está de volta ao time. Outros desfalques contra a Ponte Preta, os zagueiros Carli e Émerson Silva também estão à disposição de Jair. Diogo Barbosa deve ser mantido no meio-campo, com Victor Luís ocupando a lateral esquerda.

— Perco muito sem o Neílton. Não tenho outro jogador como ele no elenco, jogador de drible. Mas acreditamos no grupo. Estamos nos reinventando de novo — disse Jair.

FICHA DO JOGO:

Grêmio: Leo, Wallace Oliveira, Thyere, Kannemann e Iago; Kaio e Jailson; Negueba, Bolaños e Guilherme; Henrique Almeida.

Botafogo: Sidão, Alemão, Carli, Emerson Silva e Victor Luís; Bruno Silva e Airton; Rodrigo Pimpão, Camilo e Diogo Barbosa; Sassá.

Publicidade

Juiz: Jailson de Freitas (BA).

Local: Arena do Grêmio

Horário: 17h.

Fonte: O Globo Online