Davi, de cinco anos, foi barrado na Casa da Áustria, no Clube do Botafogo, porque… usava o uniforme do Fluminense. O segurança justificou dizendo que a ordem partiu do próprio Botafogo, e que a Casa da Áustria seria multada caso alguém fosse “flagrado” com camisa de rival no clube.

Segue a história

O segurança então sugeriu que Davi virasse a camisa do lado avesso para poder entrar. “Eu me recusei a fazer isso”, diz Diane Freitas, mãe do menino. “É lamentável que um clube fomente a rivalidade entre torcedores já na infância”.

Fonte: Coluna Gente Boa - O Globo Online