Uma semana depois de perder um pênalti nos minutos finais da derrota por 1 a 0 para o Fluminense, Rodrigo Lindoso se redimiu. Marcou o gol da vitória do Botafogo sobre o América-MG, que quebra um jejum de três jogos sem triunfos e dá mais tranquilidade ao elenco para focar nas oitavas de final da Sul-Americana. Foi o quinto gol de Lindoso na Série A, mesmo número de Kieza, artilheiro do time no campeonato. Após a partida, Lindoso falou sobre a dificuldade e pressão que enfrentou nos últimos dias e sobre o alívio de ter revertido a situação.

“Passei por um momento difícil essa semana, poucos entendem, eu sou cobrador (de pênalti) oficial, já fiz outras vezes. Aconteceu. Quem está dentro de campo está exposto a errar e acertar. Domingo passado infelizmente não consegui fazer o gol”, disse o atleta. “Hoje até quatro árbitro foi lá e garantiu que o gol foi meu, até pela iniciativa, toquei primeiro na bola. A equipe toda está de parabéns.”

O gol de Lindoso começou em uma jogada individual de Luiz Fernando, que, aos 23 minutos do primeiro tempo, avançou pela esquerda, driblou três defensores e abriu para Marcinho, na direita, cruzar na área. Lindoso subiu com Matheus Ferraz, que deu uma leve desviada na bola, mas a arbitragem deu a autoria do gol para o atleta do Botafogo.

Com o resultado, o Botafogo chegou ao 11º lugar, com 29 pontos, e se afastou da zona de rebaixamento. O próximo compromisso na Série A será contra o Vitória, no Barradão, no próximo fim de semana. Antes disso, a equipe enfrenta o Bahia na Fonte Nova, na próxima quinta-feira, pela ida das oitavas de final da Sul-Americana. Lindoso parabenizou os companheiros pelo resultado.

“A gente precisava dessa vitória. Nessa situação, a pressão tem que ser grande mesmo. Eu sou cobrado todos os dias, independente da situação, estou sempre querendo melhorar. Não foi o Lindoso que fez o gol, foi a equipe, o dia a dia de trabalho, a dedicação. Agora vamos descansar e mudar a chave para o mata-mata da Sul-Americana”, completou o jogador.

Fonte: UOL