Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Carioca

25/04/21 às 00:00 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

X

Escudo Macaé
MAC

Carioca

17/04/21 às 16:00 - Maracanã

Escudo Fluminense
FLU

1

X

0

Escudo Botafogo
BOT

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC
ABC

1

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Deportivo Quito realiza treino fechado na Gávea e sai ao som de ‘Ai se eu te pego’

0 comentários

Compartilhe

De olho na classificação para a fase de grupos da Libertadores, o Deportivo Quito realizou, na tarde desta segunda-feira, o primeiro treinamento no Rio visando ao jogo contra o Botafogo, na Gávea, sede do Flamengo. Inicialmente, o local escolhido para atividade era o campo do Fluminense, nas Laranjeiras, mas os equatorianos decidiram trocar o lugar pela proximidade com o hotel onde estão hospedados, na Barra da Tijuca.

Como venceu o primeiro jogo por 1 a 0, ao Deportivo basta um empate para avançar à fase de grupos da competição. Já o Botafogo precisa vencer por dois gols para se classificar. Vitória alvinegra por 1 a 0 leva a definição da vaga aos pênaltis.

Mesmo com a vantagem da partida de ida, o técnico Juan Carlos Garay preferiu comandar a primeira parte da atividade de portas fechadas. Quando os jornalistas tiveram acesso às dependências do clube, Garay orientava aos berros um treinamento de ataque contra defesa, no qual participou trocando passes com os jogadores. O veterano Christian Lara comentou sobre a preparação para a partida e pareceu não estar preocupado com o desempenho do Deportivo Quito para o jogo de quarta-feira.

– Estamos passando bem no Rio de Janeiro, estamos tranquilos no hotel. É preciso manter a calma e a tranquilidade. Hoje foi a primeira atividade aqui no Brasil, ocorreu tudo bem e vamos preparados para a partida para conseguir a classificação. O Botafogo foi uma equipe que jogou bem em Quito, correu bastante. Aqui nós encontramos um clima totalmente diferente, muito calor, mas acho que não teremos problemas com isso – afirmou.

A atividade foi tão intensa que até o técnico Juan Carlos Garay precisou de um saco de gelo no joelho esquerdo para amenizar o desgaste pelo trabalho. Apesar do treino movimentado, o clima entre a delegação do Deportivo Quito era de descontração. Ao sair do gramado, Lara ligou um som portátil em alto volume: “Ai, se eu te pego”, de Michel Teló, em versão traduzida para o espanhol, fez até alguns atletas arriscarem tímidas coreografias.

Comentários