Diferente de 2013, quando era o vice-líder, Botafogo é apenas o 13º em 9 rodadas

0 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

O Botafogo de 2014 não é o mesmo de 2013, ao menos não no quesito “campanha no Brasileirão”. Se no ano passado a equipe carioca disputou os primeiros lugares desde o início da competição, na atual edição do Campeonato Brasileiro, o Glorioso encontra-se na zona intermediária da tabela: é o 13º.

Na temporada passada, sob o comando do técnico Oswaldo de Oliveira, além da presença do holandês Clarence Seedorf em campo, o time de General Severiano, em nove rodadas, acumulou 17 pontos em cinco vitórias (Santos, Cruzeiro, Ponte Preta, Fluminense e Náutico), dois empates (Corinthians e Flamengo) e duas derrotas (Bahia e Grêmio). Na ocasião, a equipe tinha bom saldo de gols: foram 13 marcados contra oito sofridos.

Este ano, a temporada se iniciou com duas trocas de técnico. O Botafogo começou o ano com Eduardo Hungaro no comando, que depois dos maus resultados no Campeonato Carioca e na Copa Libertadores, a qual o Glorioso voltava a disputar depois de 17 anos, retornou à sua antiga posição de auxiliar técnico.

Anunciado em meados de abril, o grupo agora é comandado por Vagner Mancini, que usa da intertemporada para, junto do preparador físico Moraci Sant’anna, recuperar os atletas fisicamente para que os mesmos aguentem a movimentação dos 90 minutos de jogo, o que não vem acontecendo.

Outro ponto importante e que mudou a cara do Botafogo, foi o anúncio oficial da aposentadoria do meia holandês de dentro dos gramados para atuar fora das quatro linhas: Seedorf partiu para a Itália, onde assumiu o comando técnico do Milan.

Em 2014, o Bota acumula apenas nove pontos, decorrentes de duas vitórias (Criciúma e Palmeiras), três empates (Internacional, Vitória e Corinthians) e quatro derrotas (São Paulo, Bahia, Goiás e Grêmio). No quesito gols, enquanto marcou 13, sofreu 12 até o momento na competição.

O Botafogo retorna aos gramados contra o Sport, na Ilha do Retiro, às 19h30 (de Brasília) do dia 16 de julho, pela décima rodada do Brasileirão.

Notícias relacionadas