A atual gestão do Botafogo tem sido criticada por conselheiros e beneméritos do clube sobre os investimentos que estão sendo feitos nos esportes olímpicos enquanto o futebol e os funcionários sofre, com atrasos seguidos nos salários. Por sua vez, o vice-presidente executivo do Botafogo, Luis Fernando Santos, fez um esclarecimento e disse acreditar que tudo é um mal-entendido.

– Isto me parece um grande mal-entendido, que teve origem numa apresentação do balanço de 2018. Algumas pessoas por não terem entendido, outras entenderam mas usando de má fé, começaram a propagar uma notícia de que o Botafogo tirava dinheiro do futebol para utilizar no vôlei e basquete, o que é uma total inverdade. O basquete desde que entrou no NBB (maio de 2018) é patrocinado/bancado através de projeto incentivado (ICMS). Não tem dinheiro do Botafogo nisso. Agora que o vôlei foi para a Superliga também dispõe de projeto incentivado – disse Santos ao Globoesporte.com.

Reportagem publicada esta semana no Globoesporte.com mostrou a insatisfação de pessoas influentes na política do clube, como Carlos Augusto Montenegro e Claudio Good, com esses investimentos. Por conta dessa crise, o Botafogo pode inclusive perder o socorro que esses dois ex-dirigentes têm feito, como pagamento de folhas salariais e de contas de água e luz.

Fonte: Redação FogãoNET e Globoesporte.com