Em meio à euforia causada pela contratação do meia japonês Honda, o Botafogo se garante com uma dupla que mostrou a que veio neste início de temporada. Pela quarta vez com a camisa alvinegra, a primeira em um clássico, o meia Bruno Nazário e o centroavante Pedro Raul estarão em campo neste domingo, às 16 horas, quando o Glorioso receberá o Vasco no Estádio Nilton Santos, pela quinta rodada da Taça Guanabara, o primeiro turno do Campeonato Carioca.

Sozinhos ou juntos, eles têm participação direta em todos os sete gols do Alvinegro em 2020. Enquanto Pedro Raul fez três gols, um por jogo, e deu uma assistência, Nazário balançou a rede duas vezes, serviu um companheiro uma vez e arrancou o pênalti que resultou no último tento alvinegro.

O Botafogo só não fez gol quando eles não estavam em campo, nos dois primeiros jogos do Campeonato Carioca, dos quais o Glorioso, jogando com time alternativo, saiu derrotado para Volta Redonda (1 a 0), no Raulino de Oliveira, e Madureira (2 a 0), em Conselheiro Galvão.

Logo na estreia, no dia 20 de janeiro, em amistoso do time principal com o Vitória-ES, em Cariacica (ES), Nazário deu assistência para o zagueiro Marcelo Benevenuto, e Pedro Raul fechou o placar de 2 a 0 após receber passe do atacante Luís Henrique.

Já quando o time principal deu as caras no Campeonato Carioca, no dia 26 de janeiro, pela terceira rodada da Taça Guanabara, diante do Macaé, no Nilton Santos, Pedro Raul abriu o placar após receber passe do meia-atacante Luiz Fernando e deu passe para Luís Henrique ampliar. O terceiro e último gol do Glorioso na partida foi marcado por Bruno Nazário, após o meia receber a bola de Luís Henrique. Placar final: 3 a 1.

Também na casa do Alvinegro, Bruno Nazário iniciou a reação do Botafogo diante do Resende, na última quinta-feira, pela quarta rodada da Taça GB. Após receber passe de Luiz Fernando, o camisa 10 dominou, girou e empatou a partida. Depois, ele cruzou a bola que bateu na mão do volante Rezende dentro da área. Pedro Raul cobrou o pênalti e selou a virada: 2 a 1.

Neste domingo, quando o Botafogo faz o seu terceiro jogo seguido em casa, Nazário e Pedro Raul encaram o maior desafio deles com a Estrela Solitária no peito até então. O técnico Alberto Valentim, no entanto, deposita a máxima confiança na dupla.

— Se tem algo que eu cobro tanto dos jogadores, e que faz parte das coisas que acredito, são as movimentações. Esses jogadores estão sendo fundamentais para aquilo que nós queremos. Fizemos ótimas contratações. São jogadores que estão se empenhando ao máximo para o que a gente quer — disse o treinador após a vitória sobre o Resende.

A dois jogos do fim da fase de grupos, o Botafogo precisa vencer o Vasco para não dificultar ainda mais a possibilidade de se classificar à semifinal da Taça Guanabara. Com seis pontos, o Alvinegro está em quarto lugar no Grupo A. Essa pontuação é a mesma da Portuguesa, mas o Glorioso está em desvantagem no saldo de gols (1 a 0).

Se sair vitorioso neste domingo, o time de Alberto Valentim entrará na zona de classificação à próxima fase. Precisará, porém, secar o Flamengo, que está em segundo lugar, com sete pontos, e enfrentará o Resende na próxima segunda-feira, às 20h, no Maracanã. Não custa, também, secar a Lusinha, que visitará o Volta Redonda em outra partida na segunda, às 18h. O Boavista venceu o Fluminense no último sábado, por 1 a 0, e lidera o grupo, com 10 pontos.

Fonte: Terra