Durcesio quer investimento maior na base, tenta destravar obras do CT do Botafogo e exalta Matheus Nascimento

43 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Matheus Nascimento - Botafogo
Vitor Silva/Botafogo

Uma das prioridades do Botafogo será um maior investimento nas categorias de base. É o que prometeu o presidente Durcesio Mello, ao ressaltar a importância de revelar talentos para o futuro do clube.

– A nossa base já é profissional, mas o investimento é muito pequeno. Nós investimentos a metade do Fluminense e 1/3 do Flamengo. Isso vai mudar. Vamos ter que tirar recursos, ainda não sei onde, vou ter que trazer dinheiro novo para fazer a base mais forte. Com projeto incentivado… Isso é meta! – afirmou Durcesio, em entrevista ao programa “Jogo Falado”, da Rádio 94 FM.

Durcesio citou como exemplo alguns talentos que já estão na boca da torcida, como Matheus Nascimento – titular da equipe profissional – Jhonnatha e Kauê, para sustentar que o processo de fortalecimento da base já está em curso.

– Para te dar um pouco de alegria, essas coisas já estão mudando. Hoje temos o jogador mais valorizado no mercado mundial que é o Matheus Nascimento. Ele foi eleito por um site de futebol como o “jogador da vez”. Tem uma multa rescisória de € 50 milhões. E tem o Jhonnata, que acabamos de renovar o contrato, e o Kauê. São jogadores que estão sendo sistematicamente convocados para as seleções de base. Os três são sempre procurados para o sub-15, sub-17 e sub-20. Isso, obviamente, abre mercado, porque, por exemplo, na Premier League, para você cumprir o número de jogadores possíveis, os clubes têm um limite. E a única desculpa que eles têm para contratar um jogador é se ele é de seleção nacional ou se foi de seleção de base. Isso abre uma brecha. Só por isso, então, eles já se valorizam – completou.

O presidente alvinegro ressaltou, entretanto, que o processo de formação de talentos passa pela conclusão das obras do Centro de Treinamento, que caminham a passos lentos por conta da falta de recursos financeiros.

– Temos que dar a estrutura e o CT, obviamente, é uma delas. As obras no CT estão paradas no momento. Já há três campos prontos. Mas estão paradas por motivos anteriores a mim e a temos que começar a ver como viabilizar para terminar. Isso vai ser feito ao seu tempo. Vamos ver o que vamos fazer para retomar as negociações e conseguir os recursos – disse.

Mudança no perfil na formação

Durcesio Mello falou também sobre a mudança no perfil de jovens jogadores formados pelo Botafogo que podem render dividendos ao clube no futuro.

– A base demora mesmo. Tivemos uma tendência que foi revelar jogadores que eram cabeças-de-área ou defensores. Teve o Vitinho lá atrás, que foi um exceção, mas agora já temos vários jogadores. No sub-15 tem duas joias, com as quais recentemente assinamos contrato de formação. São consideradas joias e ambos são de frente, um meia e um atacante. As coisas estão começando a aparecer. É um trabalho muito grande que tem sido feito há anos. Um trabalho difícil por falta de recursos e, mesmo com a falta de estrutura, estamos conseguindo mudar esse cenário – finalizou.

Assista ao vídeo abaixo, confira as principais declarações do presidente Durcesio Mello e inscreva-se no canal do FogãoNET no YouTube:

Canal do FogãoNET no YouTube - Notícias e vídeos sobre o Botafogo

Fonte: Redação FogãoNET e Rádio 94 FM

Notícias relacionadas