O Santos não jogava bem, empatava em 0 a 0, e sofria com as vaias da torcida no duelo contra o Botafogo, no Pacaembu, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. Porém, aos 50 minutos do segundo tempo, Victor Ferraz caiu na entrada da área e a arbitragem marcou a falta. O próprio lateral direito foi para a cobrança e bateu no canto esquerdo para tirar o sufoco e garantir a segunda vitória santista na competição.

Na saída do gramado, Ferraz admitiu que “cavou” a infração e reconheceu que o alvinegro não estava tendo uma boa apresentação no Pacaembu.

“Estava difícil entrar de outra maneira, a equipe do Botafogo é muito bem treinada, está confiante, está bem. Prendi a bola para sofrer a fota e dedico a minha esposa e a minha filha, essa semana vou ser pai, então dedico a ela e a Jesus. Eu fico muito perto da bola para bater, em curta distância. Eu ia bater por cima da barreira, mas ela andou muito, não ia passar. Sabia que o Helton não ia ver a bola. Bati no cantinho onde seria indefensável e fui feliz”, comentou o camisa 4.

Com a vitória magra, o Santos espantou a crise, chegou aos 6 pontos e fugiu da zona de rebaixamento. No próximo domingo, o time alvinegro praiano será comandado pela última vez pelo interino Elano no duelo contra o Atlético-PR, às 19h (de Brasília), em Curitiba. Depois, Levir Culpi assume o comando da equipe.

Fonte: ESPN.com.br