O técnico Eduardo Barroca está esperançoso com as chegadas dos atacantes Victor Rangel e Biro Biro, que estão relacionados e podem fazer sua estreia pelo Botafogo já neste domingo, contra o Cruzeiro, no Mineirão, pelo Campeonato Brasileiro.

Contratado após se desligar do São Paulo, o baixinho Biro Biro, ex-Fluminense e Ponte Preta, tem grandes chances de entrar no decorrrer do jogo, segundo o próprio Barroca destacou.

– Tenho planos de usá-lo. Me agrada. Tem drible, finta, improviso e capacidade de enfrentamento no um contra um. Bastante satisfeito com esse início dele. Chegou bastante entrosado e adaptado. Com certeza vai ser muito útil contra o Cruzeiro e na temporada toda. Ele pode jogar pelos dois lados, e alguns vídeos da época em que ele jogava na China mostravam o Biro Biro jogando mais centralizado num 4-2-3-1 – disse.

Victor Rangel, que chegou à mais tempo, antes mesmo da parada para a Copa América, sob certa desconfiança da torcida, também foi elogiado pelo técnico Barroca. A decisão de preservá-lo dos jogos contra CSA e Grêmio, antes da interrupção, foi acertada.

– Excelente. Foi muito prudente da nossa parte não colocá-lo no início. Ele tinha um desequilíbrio muscular, mesmo que não muito grande. Hoje a gente vê nessas três semanas o Victor Rangel liderando vários índices. Cara dedicado, profissional – elogiou o treinador.

– Com relação ao Vítor Rangel, foi fundamental o primeiro período (jogos do Brasileiro antes da Copa América) para sessões de treinamento específicas de acordo com as avaliações. Ele não parou durante o período, o que o permitiu chegar no período da intertemporada em um nível muito bom. Teve um progresso muito positivo nas três semanas com relação a volume e intensidade- completou o chefe da prepração física, Anderson Gomes.

Fonte: Redação FogãoNET e Globoesporte.com