Mesmo desfalcado de dois titulares, o volante Alex Santana, lesionado, e o zagueiro Gabriel, suspenso, é com a confiança renovada que o Botafogo vai a campo neste domingo, contra o Athletico-PR, no Nilton Santos. O técnico Eduardo Barroca acredita que é questão de tempo para o time alvinegro voltar a figurar entre os primeiros colocados (já esteve no G-4). Atualmente, é o 9º.

— Não tenho a menor dúvida que podemos brigar na parte de cima da tabela. Com o que a gente trabalha, a aplicação dos jogadores, entendo que a gente pode emplacar uma sequência nesse segundo ciclo e subir — acredita o técnico.

Na zaga, o capitão Carli está de volta, após se recuperar de lesão na coxa direita. No meio, quem reaparece no lugar do artilheiro (nove gols) do time em 2019 é Bochecha.

Segundo o comandante alvinegro, seu elenco tentará ditar o ritmo da partida:

—Não tenho por hábito lamentar ausência. Tenho total confiança nos jogadores que eu vou colocar para jogar, os que estão no banco. Vamos nos impor para conseguir a vitória.

Nesta semana, em especial, o clima melhorou por conta da vitória, domingo passado, sobre o Avaí, na Ressacada, interrompendo uma série de seis jogos sem triunfos.

— Era importante para gente para quebrar a sequencia. Semana foi muito boa de trabalho, conseguimos trabalhar muito bem com os jogadores. Foi muito importante ter a semana cheia e com vitória — disse o técnico.

Confiança à parte para manter o bom momento, Barroca não poupa elogios ao Athletico-PR, que tem a mesma pontuação do alvinegro: 19, mas com um jogo a menos: 12 a 13.

— O momento do Athletico é muito bom, o Tiago (Nunes, treinador) está fazendo um trabalho muito bom. Uma sequência de trabalho muito forte. Se não é a principal, é uma das três equipes mais organizadas e com consciência coletiva. Vai ser muito difícil, precisamos nos impor, com atitude — elogia o técnico alvinegro.

Fonte: Extra Online