Um dos principais jogadores do Botafogo neste Campeonato Brasileiro, o meio-campo Seedorf ainda não sabe se continua no clube após a competição. O holandês tem contrato até julho de 2014, mas a possibilidade de o time não se classificar à Libertadores, além das informações vindas da Itália, de que pode ser o próximo técnico do Milan, deixam um clima mistério no ar. E o camisa 10 não diz não estar preocupado em decidir o futuro neste momento.

– Falta mais um jogo, depois vamos conversar. O foco é este, temos de lutar até o fim. Queríamos mais, mas ficou para entrar na Libertadores. Temos de ganhar e rezar muito – disse Seedorf à ESPN Brasil, em referência à partida de domingo, contra o Criciúma.

Seedorf também não quis entrar em nova polêmica com a torcida do Botafogo. Após criticá-la, ao afirmar que os alvinegros não compareceram em peso em jogos importantes, o holandês contou que já sabia que os estádios brasileiros não tinham grande ocupação.

– Eu já sabia sobre os estádios vazios. Mas já falei muito sobre isso. Não precisa mais entrar nesse assunto. Falta um jogo e quem sabe agora vai acontecer (a torcida encher).

O Botafogo enfrenta o Criciúma, domingo, às 17h, no Maracanã, pela última rodada do Campeonato Brasileiro. O time tem 58 pontos e está na quinta colocação. Para chegar à Libertadores, a equipe torce para que Goiás, com 59, não vença o Santos e o Atlético-PR, 61, perca para o Vasco. Caso apenas uma das duas combinações ocorra, o clube ficará dependendo da derrota da Ponte Preta na final da Sul-Americana diante do Lanús (ARG).

Fonte: Lancenet!