Encostado pela Comissão de Arbitragem do Rio, Péricles Bassols deixou o estado e passará a apitar em Pernambuco. A decisão foi comunicada na tarde desta quinta-feira à Federação do Rio (Fferj), que perde o único árbitro Fifa que tinha em seus quadros. Bassols já começa a atuar no Nordeste no Campeonato Brasileiro.

“A Federação de Pernambuco me ofereceu ótimas condições financeiras e profissionais. Coisa rara hoje em dia. Me deram garantias de número mínimo de jogos, entre outras questões”, disse o árbitro, que atua há 16 anos, conciliando com a profissão de dentista.

Bassols só foi escalado em quatro partidas este ano. A última, entre Bangu e Flamengo. Para as finais do Carioca, sequer foi para o sorteio. Enquanto não atuava no Rio, era escalado pela Conmebol. Mês passado, apitou pela Libertadores jogo entre o Deportivo Calli e Boca Juniors.

Ele é um dos árbitros que esteve nas assembleias da Cooperativa de Árbitros do Rio (Coopaferj) quando houve questionamentos relativos às finanças da Cooperativa, onde Jorge Rabello atuava como vice-presidente.

Há pouco mais de um mês, o Blog da jornalista Gabriela Moreira revelou que o Ministério Público Federal do Rio de Janeiro investiga a Coopaferj por não repassar INSS recolhido dos árbitros desde 2011. A dívida ultrapassa R$ 700 mil.

Decadência do Rio

Rabello acumula as funções de vice da Cooperativa, com a de presidente do Sindicato dos Árbitros e da Comissão de Arbitragem, responsável pelas escalas. O Rio já teve seis árbitros FIFA. Há dois anos, Marcelo de Lima Henrique já havia decidido deixar o estado e hoje apita também em Pernambuco. Com a saída de Bassols, os cariocas terão apenas o assistente Rodrigo Corrêa e Simone Xavier, que não atua na Série A, como integrantes do quadro FIFA.

Além das suspeitas de irregularidades financeiras que recaem sobre a gestão de Jorge Rabello, as taxas pagas à arbitragem no estado são motivo de desagrado entre os profissionais no Rio. Há três anos, os valores não são reajustados.

A reportagem está tentando falar com a Comissão de Arbitragem do Rio.

Fonte: ESPN.com.br