Se por um lado o Botafogo não joga a Libertadores há 18 anos, por outro cansou de fazer jogos internacionais. Desta maneira, o duelo de desta quarta-feira, contra o Deportivo Quito, marca não somente o retorno do clube à competição continental, mas também é a 500ª partida internacional do Alvinegro contra um adversário estrangeiro.

A primeira, lá em 1909, deu início a uma trajetória gloriosa. Em jogo disputado na Rua Voluntários da Pátria, no bairro de Botafogo, na Zona Sul do Rio de Janeiro, o Alvinegro bateu o Cruzador Amethyst, da Inglaterra, por 2 a 1. Os tentos deste duelo foram marcados por Flávio Ramos e Gilbert Hime. Nesta equipe alvinegra jogaram Dinorah e Emmanuel Sodré, dois nomes importantes da vasta história alvinegra.

Enquanto isso, a última partida internacional contra um time estrangeiro foi um verdadeiro desastre. Em 2011, o Alvinegro foi até a Colômbia e tomou 4 x 1 a do Independiente Santa Fé. Atletas do atual elenco, como Jefferson, Lucas e Marcelo Mattos estavam presentes neste duelo pela Sul-Americana.

– Vai ser um ambiente meio que de guerra mesmo. Sabíamos disso quando saímos do Brasil. A arbitragem deixa seguir um pouco mais. Mas estamos preparados para tudo e esperamos fazer uma boa partida – previu o volante Marcelo Mattos para a 500 partida internacional do Glorioso, diante do Deportivo Quito, à Rádio Brasil.

O último jogo internacional do Botafogo contando adversários brasileiros aconteceu em 2012, pela mesma Sul-Americana. Apesar da vitória contra o Palmeiras por 2 a 1, no Engenhão, o Glorioso caiu logo na primeira fase da competição.

A partida contra os equatorianos pode ser a primeira de uma conquista inédita na história do clube. Logo, quem entrar em campo precisa saber a tradição que a camisa da Estrela Solitária carrega.

CONFIRA ABAIXOU ALGUNS NÚMEROS DO BOTAFOGO EM JOGOS INTERNACIONAIS CONTRA ADVERSÁRIOS ESTRANGEIROS (1909 A 2011):
Jogos: 499
Vitórias: 279
Empates: 99
Derrotas: 121
Gols pró: 1.077
Gols contra: 645

Fonte: Lancenet!