Considerado joia da base do São Paulo e destaque das seleções de base, o atacante Henrique Almeida jogou apenas 31 partidas na equipe do Morumbi. Sem empolgar, acabou deixando o clube tricolor em 2013, mas pode gerar um prejuízo de até R$ 300 mil.

O ESPN.com.br apurou que o jogador, ainda em dezembro de 2014, entrou com uma ação de indenização por dano moral por direito de imagem contra a EA Sports, empresa canadense de games, por ter aparecido em cinco edições (de 2009 a 2013) de dois campeões de venda da produtora: Fifa Soccer e Fifa Manager.

Ocorre que a EA Sports, em sua contestação, pediu a inclusão do São Paulo na ação como parte denunciada, uma vez que o jogador defendia o clube tricolor no período em que os jogos foram feitos. Ou seja, alega que a imagem do atleta foi utilizada após liberação dos tricolores.

No último dia 6 de junho, a juíza Maria Fernanda Belli, da 25ª Vara Cível, determinou a denunciação da lide ao São Paulo e solicitou a citação do time do tricolor no processo.

O valor pedido pelo jogador na ação é a soma de R$ 30 mil pelo uso da imagem em cada uma edição dos games jogo (foram dez ‘participações’).

O caso é semelhante ao processo movido pelo meia Vitor Júnior contra a EA Sports por ter aparecido nos dois games em 2008, 2012, 2013 e 2014. Na ação, a empresa de games conseguiu incluir o Corinthians como parte citada em um processo de R$ 120 mil.

O processo de Henrique Almeida, contudo, não deixa claro que outros clubes que o atacante defendeu entre 2009 e 2013 (casos de Vitória, Sport e Botafogo) terão de dividir o valor da ação com o São Paulo caso o jogador obtenha vitória na Justiça.

O clube tricolor, por sinal, ainda não foi notificado sobre o seu envolvimento na ação.

Desde fevereiro deste ano, Henrique Almeida, 25, está no Grêmio. E tem um contrato de quatro temporadas com o time gaúcho.

No período em que ficou vinculado ao São Paulo foi pouco aproveitado, tendo feito mais jogos em 2011. No total, foram 31 jogos e quatro gols.

Em 2011, o atacante defendeu a seleção sub-20 e foi artilheiro do Mundial da categoria (cinco gols). Recebeu o prêmio de melhor jogador do torneio e também a ‘chuteira de ouro’.

Fonte: ESPN.com.br