A derrota por 4 a 1 para o Atlético de Madri, nesta segunda-feira, foi a sexta de Seedorf em 11 partidas no comando do Milan (ele tem quatro vitórias e um empate). A goleada, que eliminou o time italiano da Liga dos Campeões, fez também com que o treinador jogasse a toalha na temporada. Em décimo lugar no Campeonato Italiano, com 35 pontos (37 pontos atrás da líder Juventus), o Milan dificilmente conseguirá uma vaga na Liga dos Campeões (tem que ficar entre os quatro primeiros) ou na Liga Europa (se for o quinto colocado).

– Eu vim para ajudar a melhorar a situação. Na próxima temporada vamos construir algo novo e melhor. Este ano começou tudo errado e agora temos que tentar tapar os buracos – afirmou Seedorf, deixando claro que é preciso lutar para terminar a temporada da melhor forma possível. – Ainda há onze jogos e precisamos tentar marcar o máximo de pontos para terminar com dignidade a temporada.

Ao analisar a goleada para o Atlético de Madri, Seedorf acredita que o Milan cresceu após o gol de empate de Kaká, mas não soube aproveitar as chances que teve para passar à frente no marcador.

– O Atlético está de parabéns. Eles mereceram esta vitória, principalmente no segundo tempo. Nós não tivemos o controle do jogo, e o segundo gol deles veio no nosso melhor momento. Poderíamos ter feito o segundo, não fizemos e eles souberam aproveitar a chance que tiveram. Assim é o futebol.

Fonte: Extra Online