Ainda não é possível dizer onde chegará o Botafogo neste campeonato nitidamente afetado pela crise financeira.

E não é a toa que Palmeiras, Flamengo e Atlético-MG pontificam na tabela.

Mas a precariedade que se observava no caixa de General Severiano atingiu fortemente outros grandes clubes e o sarrafo ficou um pouco mais abaixo.

E disso se beneficiou o Botafogo que desde 2015 se planeja com um orçamento modesto.

Trabalho bem ordenado pela diretoria e bem executado por Antônio Lopes.

Primeiro com Renè Simões, depois Ricardo Gomes e agora Jair Ventura.

O time alvinegro há tempos mostra competitividade, adicionando o talento de Camilo ao grupo que mesclava dedicação e eficiência.

Fonte: Blog do Gilmar Ferreira - Extra Online