O treinador Felipe Conceição completou seu primeiro mês de trabalho no comando do Botafogo. O saldo é positivo já equipe, invicta com duas vitórias e dois empates, lidera o Grupo C na Taça Guanabara e precisa apenas de um empate para garantir vaga na semifinal da competição. Resultado de um trabalho duro que ainda está só no começo e conta com o empenho dos atletas, que compraram a filosofia de trabalho do treinador e buscam evoluir diariamente pelo bem individual e coletivo da equipe. O próximo desafio será contra o Madureira, sábado, no Estádio Nilton Santos.

– O que eu queria para o primeiro mês nós alcançamos. Tivemos um equilíbrio importante na defesa e no ataque. Sempre falo em crescimento e isso será sempre. No início é uma fase de entendimento dos atletas. A confiança deles foi o que fez a gente passar essa fase de uma forma mais positiva. Mas o jogo sempre te dá coisas novas – disse o treinador.

E se a palavra de ordem no Botafogo é trabalho, Felipe Conceição enfim pôde contar com um tempo maior de treinamento com uma semana livre de jogos. A pré-temporada já foi curta, apenas doze dias, então toda oportunidade é valiosa para entrosar a equipe e firmar valores com cuidado reforçado para a questão física.

– Tivemos alguns dias de treinamento. A gente vem em uma crescente, e o treino te da uma possibilidade de não forçar muito como no jogo. O objetivo é focar mais no conteúdo. Você não pode aproveitar a semana inteira para matar os caras. É forças mais para quem não está jogando – explicou Conceição.

Confira os demais trechos da entrevista coletiva de Felipe Conceição:

KIEZA

É um jogador de mobilidade e que te dá várias opções no sistema ofensivo. Não só ele como o Renatinho e isso vai dando riqueza ao elenco.

BRENNER

Não só pelos gols, mas está ajudando na marcação, servindo de apoio e se movimentando muito mais. Serve o companheiro… São exemplos que eu já comentei com o grupo. O individual é consequência. Está sendo positivo.

CONCORRÊNCIA

Traz uma concorrência maior. O Brenner vem evoluindo em outras situações, o Kieza tem isso. Eu tenho duas ótimas opções. Com os dois ou um de cada vez. Preciso tratar com verdade, coerência e mostrando sempre o motivo da escolha. A equipe está por cima de cada um de nós e vai prevalecer o que for melhor para a equipe.

UM PASSO DE CADA VEZ

A gente trabalha jogo a jogo e o de amanhã é importante. É assim que vamos pensar. Se tiver problema, a gente troca. Temos um grupo muito bom, com 28 atletas. A linha de pensamento não esta na semifinal, mas sim no jogo de amanhã. Não estou pensando na semifinal. Os três pontos amanhã são importantes para o futuro.

Fonte: Site oficial do Botafogo