André Bahia, ex-zagueiro do Botafogo, deixou o clube no final de 2014 e aceitou proposta do Shonan Bellmare, do Japão. O jogador, que chegou ao clube Japonês no início de 2015, concedeu entrevista exclusiva à Super Rádio Tupi e contou como está sendo o começo de temporada com o time, que retornou à elite do futebol japonês nesse ano.

“Cheguei dia 11 de janeiro, fiquei duas semanas treinando no Japão e depois fui para Turquia. Lá fizemos pré-temporada durante duas semanas. Foi bacana essa preparação para o início da temporada. Aqui a gente treina praticamente dois meses. Está sendo um bom início, comparando com os outros anos e com as equipes grandes.”

André Bahia também falou como está sua adaptação e de sua família em um país que tem cultura muito diferente da brasileira. Porém, afirmou que sempre teve sonho de conhecer o Japão e está bastante feliz por ter tido essa oportunidade.

“Faz um mês que a minha família está aqui, estão todos muito felizes. Eu sempre tive sonho de conhecer o país, de jogar a Liga Japonesa. Sempre via o Oswaldo contando a experiência dele e os outros jogadores que passaram por aqui, dizendo sempre muitas coisas boas da cultura, da sociedade. A família já está bem adaptada, meu filho está na escolinha do clube, jogando. Estou pensando no presente, em desfrutar o país, cumprir os dois anos e quem sabe ficar mais.”

Confira na íntegra:

Nível técnico e estrutura do clube

“Já jogamos contra duas equipes grandes, foi uma derrota e uma vitória. Em relação ao nível técnico ainda não está nivelado, não tem como ter um parâmetro ainda. A equipe subiu ano passado e foi campeã. Têm brasileiros jogando aqui, antigamente acho que tinha mais. Têm alguns na segunda divisão também. Em relação ao pagamento, antes de começar o campeonato, os clubes já tem o dinheiro para poder pagar. A gente pode ficar despreocupado com isso.”

Botafogo

“Tenho acompanhado o Botafogo, falado com amigos que estão jogando lá e comissão técnica. Estou bastante feliz com o desempenho inicial do clube. Está se reestruturando do ocorrido do ano passado, e apesar de tantas coisas negativas que o clube passou, aos poucos está se reerguendo. O Botafogo é um clube grandioso, que tem uma grande história, tenho certeza de que vai conseguir retornar para a Série A. A conquista da Taça Guanabara é muito importante para a confiança dos jogadores, dirigentes e torcedores. Muita gente não levava fé e confiança no time. Espero que consigam classificação para a final do Carioca”

Língua/ Culinária

“Realmente é uma língua super difícil, as pessoas falam e você não tem real noção do que é. É muito complicado de entender, mas temos tradutor, brasileiro, o Edson, que já trabalhou em outros clubes, e agora está com a gente. Aos poucos apendi algumas coisas, mais a parte de futebol. É bom aprender o mais rápido possível para poder se comunicar. Em relação a culinária não está sendo difícil, a comida japonesa é muito boa. Aqui a gente não come só isso, a culinária brasileira tem forte influência no Japão, a gente encontra feijão até nos hotéis quando a gente joga fora. Falo que estou aqui e quero experimentar tudo o que o país oferece.”

Futuro – se pensa retornar ao Brasil

“De verdade, nem encerrar carreira no Brasil passa na minha cabeça, não tenho ideia da onde eu gostaria de encerrar. Estou curtindo muito esse momento, estou bastante feliz de estar no país que eu sempre sonhei conhecer. Quero conquistar coisas boas aqui e deixar uma ótima impressão, fazer uma história bacana aqui no clube.”

Fonte: Super Rádio Tupi