Não estranhe se você não ouvir falar em Maracanã, Mineirão, Beira-Rio ou Arena da Baixada nas próximas quatro rodadas do Brasileirão. Em vez disso, estádios como Moacyrzão, Parque do Sabiá, Centenário e Willie Davids serão palcos de jogos neste período pré-Copa do Mundo.

Quase todos os clubes da Série A do Brasileirão terão de deixar suas casas para atender pedido da Fifa visando à Copa do Mundo. Vários centros de treinamentos e estádios ficarão à disposição da Fifa a partir do fim de semana.

Com isso, as quatro rodadas que antecedem o Mundial serão disputadas em locais que não combinam muito com o histórico dos clubes.

Flamengo e Grêmio, por exemplo, já estarão impossibilitados no Maracanã e Arena do Grêmio neste meio de semana. O Fla recebe nesta quarta-feira o Bahia em Macaé (estádio Moacyrzão), enquanto o time gaúcho escolheu Caxias do Sul (estádio Alfredo Jaconi) para enfrentar o Botafogo.

Macaé também abrigará jogos de Botafogo e Fluminense. Com a Fonte Nova e o Pituaçu entregues à Fifa, o Bahia optou por prestigiar os milhares de migrantes em São Paulo e escolheu Barueri para jogo contra o Fluminense, neste sábado.

O Corinthians ainda terá um pouco mais de sorte, pois a Fifa permitiu que o clube retarde a entrega do Itaquerão para a realização de mais um jogo-teste. O time paulista receberá o Cruzeiro, dia 29 de maio.

Santos e Palmeiras, por exemplo, negociam com a Fifa de usar seus centros de treinamentos em horários alternados, permitindo que time e seleção façam suas atividades em harmonia.

Treinos no exterior

Sem espaço para treinar devido ao Mundial, alguns clubes pretendem levar seus elencos para fora do país durante a Copa. São os casos de Cruzeiro, Atlético-MG e São Paulo, que emprestarão seus respectivos centros de treinamentos.

Cruzeiro e São Paulo partirão para os Estados Unidos em junho, onde farão amistosos com times locais. A China será o destino do Atlético-MG.

Fonte: UOL