O técnico Júnior Lopes, filho do diretor de futebol do Botafogo Antônio Lopes, será o comandante da Cabofriense no Campeonato Carioca de 2017. No fim da tarde desta quarta (10), Júnior, de 42 anos, foi apresentado oficialmente pela diretoria do clube e falou sobre vários assuntos acerca do futuro do Tricolor Praiano no Estadual da próxima temporada.
Junior Lopes não é um marinheiro de primeira viagem no futebol do Rio de Janeiro. Em solo fluminense já comandou Bangu, Duque de Caxias, Macaé e Olaria, além de ter sido auxiliar-técnico de Flamengo e Fluminense. O último time do treinador foi o Tupi (MG).
A Cabofriense começa sua pré-temporada em 15 de novembro e fará sua estreia no Campeonato Carioca em 11 de janeiro, diante do Tigres do Brasil, fora de casa.
Confira os principais tópicos da entrevista do novo comandante:
 
Detalhes do acerto com o clube
Júnior Lopes: Já vinhamos conversando há alguns dias e agora já está tudo sacramentado, já começamos todo o nosso planejamento, sobre a formação de elenco, e esperamos no dia 21 começar bem essa nova fase.
Relação com o pai
JL: Vivo futebol por dentro, ali no vestiário desde cinco, seis anos de idade, não era aquela coisa de ver só de fora, então fui criado dentro desse ambiente, e tenho gosto também. Meu pai tinha duas formações, que era no futebol e na polícia, mas uma delas eu nunca gostei que era a da polícia, ele me levava as vezes na delegacia e tudo, mas não tinha jeito, eu não gostava. É uma grande referência para mim, trabalhei com ele durante vários anos como auxiliar, mas eu já estou há 20 anos na carreira, já trabalhei em diversos clubes com ele e sem ele. Já estou como treinador há bastante tempo também, já trabalhei como auxiliar de outros grandes treinadores, como Luxemburgo, Cuca.
 
Opinião sobre a nova fórmula do Campeonato Carioca
JL: Eu acho que a gente não tem mais o que discutir, se foi certo, se foi errado, já está feito, é o campeonato que nós vamos disputar, e temos que entrar muito bem preparados. É um campeonato curto, de cinco jogos, que pode nos levar a um campeonato mais extenso depois num segundo momento. Então temos que pensar só nesses cinco jogos, se preparar muito bem, para já começar forte desde o primeiro jogo.
Objetivo da Cabofriense na disputa do Estadual
JL: Eu acredito que as duas equipes que passarem para a segunda fase vão levar uma certa vantagem num segundo momento. Acho que as equipes já vão vir jogadas, muito mais prontas do que as equipes que vão iniciar no dia 29. Então eu acho que a gente só tem que pensar nesse primeiro momento por enquanto.

Apoio da federação na reforma dos gramados dos estádios dos times de menor investimento
JL: Nós vamos fazer três jogos desses cinco em casa, então essa ajuda da federação é muito bem vinda. Aproveitao também para conclamar o povo de Cabo Frio para jogar junto conosco.
Fonte: FutRio.net