Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Carioca

25/04/21 às 18:00 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

X

Escudo Macaé
MAC

Carioca

17/04/21 às 16:00 - Maracanã

Escudo Fluminense
FLU

1

X

0

Escudo Botafogo
BOT

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC
ABC

1

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Fluminense tentou atravessar contratação de Loco Abreu pelo Botafogo, segundo empresário

0 comentários

Compartilhe

Loco Abreu em Botafogo x Resende | Campeonato Carioca 2012
Satiro Sodré/AGIF

O nome de Loco Abreu chegava aos ouvidos da diretoria do Botafogo no dia 31 e a negociação seria concretizada em 3 de janeiro de 2010. A rápida negociação teve, de acordo com André Silva, apenas um entrave: a questão do imposto. Com medo de perder a contratação do uruguaio para um rival, o dirigente teve a aprovação do Maurício Assumpção para assinar o contrato e fechar o acordo.

– O Loco tinha o empresário que era uma verdadeira ave de rapina. O Jorge (Chijane) era uma pessoa leal, honesta, mas briga pelo jogador dele até o último segundo. As negociações estavam se concretizando de acordo com o que havíamos combinado, só que chegou na questão do imposto. Eles queriam que nós pagássemos, mas na nossa cabeça quem paga é quem recebe. Isso gerou impasse. A negociação já tinha vazado, a torcida animada… O Jorge até disse que o Fluminense tinha acabado de ligar, não sei se foi uma forma de pressionar, mas na época eles eles atravessavam muitas negociações por conta da Unimed. Liguei para o Maurício (Assumpção, presidente) e a gente consegue resolver 2 horas da manhã – afirmou.

Loco Abreu pegou informações do Botafogo com Castillo

Ao ser procurado pelo Botafogo, Abreu procurou informações do clube com um uruguaio que havia passado pelo clube anos antes. Com respostas positivas, deu sinal verde para prosseguir a negociação, considerada feliz pelo dirigente.

– A negociação foi muito boa. O Loco ligou para o Castillo, os dois jogaram na Seleção Uruguaia, e ele falou da dimensão da torcida do Botafogo e que a nova diretoria tinha a ideia de pagar em dia. O Loco estudou a história do clube e ficou muito impressionado. É uma situação complexa porque eu saio de General Severiano para ir buscá-lo no aeroporto e, não sei de que forma vazou a notícia, mas quando a chego na sede já tem torcedor esperando. Estava com o Loco, o Jorge, empresário dele e mais duas pessoas que trabalhavam com o agente dele – lembrou.

Apesar de ter feito uma contratação deste tamanho, André Silva garante que o salário de Loco Abreu estava dentro da realidade financeira do Botafogo. O VP de Futebol afirmou que qualquer contratação passava pela área financeira antes de ser aprovada.

– Na época era uma folha muito enxuta, a gente tinha pego o clube em uma situação muito ruim. Tínhamos a metodologia de ver a parte técnica e a financeira. Se a técnica agradasse e o jogador topasse a gente passava a proposta para o vice financeiro, o Cláudio Good, e o diretor financeiro, o Marcelo Murad, e eles faziam a projeção de ano para ver se estava dentro do orçamento – citou.

Fonte: Terra

Comentários