O Botafogo fechou a temporada de forma melancólica: empatou com o Ceará em 1 a 1 no Estádio Nilton Santos e ficou sem a vaga na Copa Sul-Americana, encerrando o Campeonato Brasileiro na modestíssima 15ª colocação. O zagueiro Gabriel, um dos poucos que se salvaram no 2019 alvinegro, fez um balanço do ano.

– É muito pouco para o Botafogo. O Botafogo é muito grande, não pode ficar contente porque se livrou do rebaixamento. O Botafogo não merece isso, tem que estar brigando por título, por Libertadores… Pecamos no caminho, todo mundo junto, todo mundo tem sua parcela de culpa, todos cometeram erros. Mas tem que levantar a cabeça. O Botafogo não pode passar por isso, tropeçamos muito durante a temporada. Agora é curtir férias, aproveitar a família, pensar no ano seguinte para fazermos um ano melhor – disse Gabriel ao Premiere.

Loja do FogãoNET por Estilo Piti | O Site oficial do torcedor do Botafogo | Cupom de 10% de desconto

Gabriel tem contrato de empréstimo com o Botafogo até o final de 2020, mas uma cláusula em seu contrato prevê seu retorno ao Atlético-MG se este for solicitado – o que vai acontecer, segundo informou a imprensa durante toda a semana. A torcida alvinegra gritou “Fica, Gabriel!” ao fim da partida, e o defensor falou sobre o futuro:

– Não sei se sou merecedor disso tudo. Sou apenas mais um soldado, fazendo meu melhor para ajudar, mas estou muito feliz com o carinho do torcedor desde a minha chegada. Sei que houve um pouco de desconfiança, coisa que é normal por eu não estar vivendo um grande momento lá no Atlético, e só poderia conquistar a confiança deles jogando. Não sei se mereço esse reconhecimento todo da torcida. Tenho muita vontade de ficar, já deixei isso bem claro para todos, mas não depende só de mim. Tenho essa vontade de conquistar algo grande para o clube.

Fonte: Redação FogãoNET