Com apoio maciço da torcida mais uma vez, o Botafogo fechou a temporada com um balde de água fria. Com um pênalti contra inexistente assinalado pelo árbitro, o Glorioso ficou no empate com o Ceará em 1 a 1 neste domingo, no Estádio Nilton Santos, e ficou sem a vaga para a Copa Sul-Americana. O Fogão fechou o Campeonato Brasileiro em 15º, com 43 pontos, atrás do Fluminense, que venceu o Corinthians por 2 a 1 em Itaquera – o Vozão, por sua vez, safou-se, e o Cruzeiro acabou rebaixado.

No único jogo da rodada em que as duas equipes ainda brigavam por alguma coisa, Botafogo e Ceará fizeram um primeiro tempo equilibrado. Os visitantes assustaram primeiro, com Luiz Otávio, de cabeça. O Botafogo depois teve uma boa chance com João Paulo, que cobrou falta com força e fez a bola sair com muito perigo, rente à trave esquerda.

Apoiado pela torcida, que mais uma vez encheu o Estádio Nilton Santos – apesar de tudo -, o Botafogo foi eficiente e conseguiu abrir o placar. Luis Henrique fez a jogada pela esquerda e cruzou para Marcos Vinicius escorar para o gol: 1 a 0. Depois disso, o Ceará cresceu e só não empatou graças à defesaça de Diego Cavalieri em cabeçada de Thiago Galhardo.

Àquela altura, além de manter a vitória, o Botafogo precisava torcer para que o Corinthians empatasse com o Fluminense, que abriu 2 a 0 em Itaquera. A partida no Niltão seguia sendo bem disputada, até que o árbitro Luiz Flávio de Oliveira apontou pênalti inexistente, enxergando no VAR um toque no braço de Marcinho. Thiago Galhardo cobrou a penalidade e empatou o jogo em 1 a 1.

O Botafogo tentou reagir, mas com muitos desfalques e substituições ruins do técnico Alberto Valentim, não conseguiu marcar. Assim, disputará no ano que vem apenas o Campeonato Carioca, o Campeonato Brasileiro e a Copa do Brasil. Que venha o Botafogo S.A.!

Próximos jogos

O elenco do Botafogo agora recebe férias e deve sofrer uma reformulação para o ano que vem, até por conta da expectativa da transformação do clube em S.A., com um novo modelo de gestão. O próximo compromisso será pelo Campeonato Carioca, dia 18 ou 19 de janeiro, fora de casa, contra o Volta Redonda.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 1 X 1 CEARÁ

Estádio: Nilton Santos
Data-Hora: 08/12/2019 – 16h
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (Fifa/SP)
Assistentes: Marcelo Van Gasse (Fifa/SP) e Miguel Cataneo (SP)
VAR: Marcio Henrique de Gois (SP), Rafael Felix (SP) e Anderson Coelho (SP)
Renda e público: R$ 326.325,00 / 25.900 presentes
Cartões amarelos: Eduardo Brock e William Oliveira (CEA)
Cartões vermelhos:
Gols: Marcos Vinicius 38’/1ºT (1-0) e Thiago Galhardo 20’/2°T (1-1)

BOTAFOGO: Gatito Fernández; Marcinho, Marcelo Benevenuto, Gabriel e Lucas Barros (Yuri 19’/2°T); Jean, João Paulo (Wenderson 32’/2°T) e Marcos Vinicius (Lucas Campos 42’/1ºT); Rhuan, Vinícius Tanque e Luis Henrique – Técnico: Alberto Valentim.

CEARÁ: Diogo Silva; Samuel Xavier, Valdo, Luiz Otávio e Eduardo Brock (Cristovam – Intervalo); William Oliveira (Pedro Ken 34’/2°T), Auremir (Wescley – Intervalo), Ricardinho e Felipe Baixola; Thiago Galhardo e Mateus Gonçalves – Técnico: Argel Fucks.

Fonte: Redação FogãoNET