Cícero, reforço contratado para agregar experiência ao meio-campo do Botafogo, foi anunciado oficialmente nesta quarta-feira. A expectativa do Botafogo é que Cícero contribua na articulação de jogadas, um dos problemas do time de Zé Ricardo no início do Estadual.

Em 2018, o meia fez 46 jogos pelo Grêmio e participou de gols em 13 oportunidades, sete delas com assistências, segundo o site de estatísticas “Footstats”. Ele ainda balançou a rede seis vezes, sendo três de cabeça.

O destaque de Cícero no jogo aéreo interessa à torcida alvinegra, que viu o zagueiro Igor Rabello, um dos melhores cabeceadores do time, sair para o Atlético-MG.

— Estou empolgado por vestir essa camisa que grandes ídolos já vestiram. Espero, ao lado dos meus companheiros, conquistar grandes coisas para a torcida — afirmou Cícero, em declarações reproduzidas pelo site oficial do Botafogo.

Além dos três gols de cabeça em 2018, Cícero balançou a rede duas vezes em cobranças de pênalti. Usá-lo na bola parada é outra possibilidade para Zé Ricardo, que costuma delegar as cobranças de falta e de escanteio a jogadores como Leo Valencia e João Paulo.

Cícero já está regularizado e, portanto, à disposição do técnico Zé Ricardo para atuar no Estadual, na Copa do Brasil e na Copa Sul-Americana. O meia assinou contrato por um ano, com possibilidade de prorrogação por mais duas temporadas.

Fonte: Extra Online