Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Carioca

17/04/21 às 16:00 - Maracanã

Escudo Fluminense
FLU

X

Escudo Botafogo
BOT

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC
ABC

1

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Campeonato Carioca

10/04/21 às 21:05 - Raulino de Oliveira

Escudo Volta Redonda
VRE

2

X

2

Escudo Botafogo
BOT

Dos grandes que caíram no Brasileiro, Botafogo pode ser o mais precoce

10 comentários

Compartilhe

Elenco - Santos x Botafogo
Vitor Silva/Botafogo

Quando entrar em campo nesta sexta-feira, às 20h contra o Sport, no Estádio Nilton Santos, o Botafogo jogará para adiar o que a cada rodada parece mais inevitável: a queda à Série B. Em caso de tropeço, o Glorioso, que tem 99% de risco segundo o matemático Tristão Garcia, já estará matematicamente rebaixado a quatro rodadas do fim do Campeonato Brasileiro. Ou seja, precisará vencer para evitar a queda precoce, que seria a maior de um dos chamados grandes do futebol brasileiro.

Na lanterna da tabela com apenas 24 pontos em 33 rodadas, o Botafogo precisa ganhar os cinco jogos restantes para chegar aos 39 pontos e ter alguma chance de fuga no fim. Entretanto, se empatar ou perder, o Glorioso só chegará a 36 no máximo, e não teria mais como ultrapassar ninguém fora do Z-4 (perderia no número de vitórias como critério de desempate). Dessa maneira seria rebaixado a quatro rodadas do fim, o que só não seria pior do que outros quatro clubes.

Dono da pior campanha nos pontos corridos, o América-RN foi rebaixado em 2007 a sete rodadas do fim, enquanto o Náutico, em 2013, a seis, assim como o Paraná em 2018. Na temporada passada, o Avaí teve que disputar mais cinco jogos. Ou seja, nenhum dos grandes que caiu ao longo dos últimos anos deu adeus à Série A com tanta antecedência.

Cruzeiro, Internacional, Vasco, Corinthians, Palmeiras e Atlético-MG, além do próprio Botafogo, caíram na reta final dos pontos corridos, normalmente no último jogo. O grande com a queda mais precoce, até o momento, é o Grêmio em 2004, a três rodadas do fim.

Fonte: O Dia Online

Comentários