Após ser cedido ao Atlético-GO, Fernandes, do Botafogo, não deve retornar ao Alvinegro Carioca. O Guarani, de Campinas-SP, enviou uma proposta de empréstimo de um ano ao jogador. A diretoria do Glorioso já está ciente e uma reunião no início da semana, com o staff do atleta, deve selar a transferência. Como tem contrato apenas até dezembro de 2019 com o Clube da Estrela Solitária, dirigentes e empresário irão conversar para saber se o vínculo será estendido antes de liberá-lo, assim como foi em sua ida para a equipe de Goiânia.

Nesta temporada, Fernandes jogou 33 partidas, sendo titular em 24. Foram sete no Estadual e 26 no Campeonato Brasileiro Série B, onde marcou seu único gol no ano. O fato curioso é que o tento anotado foi justamente contra o Guarani. No segundo semestre, o jogador caiu de rendimento e acabou perdendo espaço. Por pouco o Atlético-GO não conseguiu o acesso à elite do futebol brasileiro. Acabou a segundona na sexta colocação, com 59 pontos, um a menos que o Goiás e a Ponte Preta, 4ª e 5ª, respectivamente. Já o Bugre ficou na nona posição, com 54.

Botafogo

Natural do Rio de Janeiro, Jonathan da Silveira Fernandes Reis, de 23 anos, é cria das categorias de do Clube da Estrela Solitária. O jogador foi promovido ao time profissional do Botafogo em 2015. Em seu ano de estreia no time principal, disputou 35 jogos e anotou cinco tentos. Em 2016, foi a campo 32 vezes e balançou as redes em três oportunidades. Já em 2017, as chances diminuíram. Foram 19 partidas e dois gols.

Pelo Botafogo, Fernandes foi campeão do Campeonato Brasileiro Série B, em 2015. Na campanha do título, o volante participou de 17 partidas, sendo titular em 10 e saindo do banco de reservas em sete. Acumulou 868 minutos em campo e balançou as redes duas vezes na competição.

Fonte: Esporte 24 Horas