Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC
ABC

X

Escudo Botafogo
BOT

Campeonato Carioca

10/04/21 às 21:05 - Raulino de Oliveira

Escudo Volta Redonda
VRE

2

X

2

Escudo Botafogo
BOT

Campeonato Carioca

04/04/21 às 17:00 - Giulite Coutinho

Escudo Botafogo
BOT

1

X

1

Escudo Portuguesa
POR

Herói do Botafogo, André Bahia deixa limbo e vira celebridade após gol histórico

comentários

Compartilhe

Contratado pelo Botafogo no fim de 2012, André Bahia nunca esteve nos holofotes, pelo contrário. Ele ficou na reserva de Antônio Carlos, Dória e Bolívar e só tinha oportunidade quando um desses não podia entrar em campo. Os ventos sopraram à favor do defensor, que deixou o limbo. Mais do que isso, entrou para a história do Alvinegro após marcar um gol histórico na classificação da equipe diante do Ceará na Copa do Brasil.

André Bahia virou titular e ratificou o status após a venda de Dória ao Olympique de Marseille-FRA, na semana passada. Ao lado de Bolívar, o defensor tem feito partidas seguras e ganhou a confiança da comissão técnica e torcida. Mas nada se compara ao que ele passou a viver após fazer o gol da classificação aos 50min do segundo tempo, que garantiu o Botafogo nas quartas de final da Copa do Brasil, contra o Santos.

O Botafogo desembarcou na última quinta-feira no Rio de Janeiro por volta das 23h. Nem mesmo o horário impediu cerca de 50 torcedores recepcionarem a equipe. Sheik? Que nada. A torcida só queria saber de André Bahia. O zagueiro foi conduzido pelos alvinegros até o carro, que o esperava no lado de fora do aeroporto.

Os botafoguenses cantaram, abraçaram, tiraram foto… André Bahia mais parecia Seedorf, Loco Abreu, Túlio Maravilha. Exaltado de forma inédita pelos alvinegros, o zagueiro sorria timidamente. Parecia não acreditar naquilo tudo. Sorriso satisfeito de alguém que esperou sua hora chegar e, mesmo quando não jogava, tinha papel importante nos bastidores do clube.

“Quando cheguei no Botafogo queria sempre estar preparado e acho que sempre fui bem quando entrei, mantive a altura de quem estava jogando. O principal é continuar preparado, independentemente se estiver jogando ou não. Nada melhor que ter uma sequência no trabalho, poder mostrar a cada jogo, evoluir taticamente e tecnicamente. Estou tendo essa sequência e agradeço muito ao Mancini. É sempre muito bom poder jogar, tive paciência e continuei trabalhando para colher os frutos”, disse André Bahia.

“A ficha ainda não caiu e a sensação é de felicidade, como um garoto novo que está começando. O sentimento é esse, como se fosse o nascimento dos meus filhos, sentimento maravilhoso que está sendo muito bom. A noite foi maravilhosa e estou muito feliz. Tenho que dividir os méritos do gol com os companheiros e o pessoal da comissão. A sensação é a melhor possível, muito bom voltar dessa forma”, completou o zagueiro e agora herói do Botafogo.

Eufórico, Bahia brincou com a recepção dos torcedores no aeroporto. Comparo esse dia quando fui campeão da Copa da Holanda. São sentimentos parecidos, de pura felicidade. Estou feliz ao extremo e está sendo muito bom esse momento. Eles [torcedores] cantaram “Bahia matador”, mas quem tem que prometer gols mesmo são os atacantes [risos]. Espero curtir, mas sem empolgação. É manter os pés no chão, já que no domingo temos uma parada dura contra o Atlético Mineiro”, concluiu.

Comentários