Se para muitos as saídas de Rafael Marques e Seedorf fará o Botafogo perder força e qualidade em 2014, para o técnico Eduardo Hungaro, o momento é para se pensar no presente e não lamentar por quem saiu. Na entrevista coletiva concedida no Engenhão, nesta segunda-feira, o treinador não deixou de reconhecer a importância dos dois ex-jogadores do clube, mas pediu para que eles sejam “esquecidos” neste momento.

– Estamos novamente falando do Seedorf e Rafael Marques. Temos que valorizar os jogadores que estão aqui. Dentro de campo eles já mostraram que podem corresponder. Seedorf teve uma história curta, mais linda aqui no Botafogo. Mas é passado. Não adianta mais ficarmos falando nisso. Temos que saber ultrapassar isso. São grandes jogadores, não há duvida, mas temos que pensar nos que estão aqui – disse o treinador.

Outro jogador que teve proposta para sair recentemente foi Lodeiro. Ao ser indagado sobre a importância de a diretoria tê-lo mantido no clube, Hungaro limitou-se a dizer que o uruguaio não irá sair e, que, portanto, não tem o que falar sobre ele.

Na manhã desta terça-feira, a delegação seguiu para Guaiaquil, no Equador, para a estreia na Copa Libertadores. Esta noite o time treina no CT do Barcelona local. Na quarta, horas antes de enfrentar o Deportivo Quito, seguem para Quito, onde às 22h, no estádio Olímpico Atahualpa, inicia a partida pela primeira fase da competição continental.

Fonte: Lancenet!