Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC

ABC

X

Escudo Botafogo

BOT

Campeonato Carioca

10/04/21 às 21:05 - Raulino de Oliveira

Escudo Volta Redonda

VRE

X

Escudo Botafogo

BOT

Campeonato Carioca

04/04/21 às 17:00 - Giulite Coutinho

Escudo Botafogo

BOT

1

X

1

Escudo Portuguesa

POR

Hungaro, sobre utilizar dois times na temporada: ‘Aqui ninguém é dono de posição’

comentários

Compartilhe

No futebol atual, ter um elenco recheado de opções é bom para o técnico, por ganhar alternativas durante a temporada. Por outro lado, é ruim por deixar alguns jogadores encostados. E o Botafogo de Eduardo Hungaro vive atualmente esse dilema. Com uma equipe para a disputa da Libertadores e outra para o Estadual, peças consideradas importantes num passado recente vivem momentos de ostracismo.

– Temos jogadores muito profissionais e que respeitam minhas decisões. Faz parte do meu trabalho fazer escolhas. O importante é passar justiça para eles. Sendo coerente e justo, a insatisfação praticamente inexiste – disse Hungaro, em entrevista para o LANCE!Net.

Fazendo muitas escolhas nesse início de temporada, Duda garantiu que, com ele no comando, não existe um titular absoluto na equipe e que todos têm condições de ganhar uma vaga entre os 11 durante a temporada.

– Eles sabem que se tiverem um rendimento condizente com a condição de titular da equipe que joga a Libertadores, serão alçados a isso. Ninguém aqui é dono de posição. Todos trabalham para se manter no time da Libertadores ou buscar espaço. São jogadores conscientes e que vão brigar por vaga. Se eu achar que devem ser titulares, eles serão.

Confira a entrevista exclusiva com Eduardo Hungaro, nesta quarta-feira, nas páginas do Diário LANCE! e no LANCE!Net.

Comentários