Viajar é bom, mas não há sensação melhor do que voltar para casa. Com este sentimento, o Botafogo recebe o Independiente Del Valle, nesta terça-feira, às 22h, no Maracanã, depois de duas partidas sem vitória fora de seus domínios na Libertadores. No reencontro com os alvinegros, o Glorioso precisa apagar a péssima impressão deixada com a eliminação precoce do Carioca.

Eduardo Hungaro aponta o caminho para o Botafogo e aposta na força da torcida

Foto:  André Mourão / Agência O Dia

A empolgação do começo arrasador na competição internacional deu lugar à desconfiança por conta dos resultados ruins no Estadual. Prova concreta disso é a ausência de programação da torcida para uma festa diferente, como aconteceu nas vitórias sobre Deportivo Quito e San Lorenzo. Não houve planejamento uniforme e cada organizada terá sua própria mobilização.

Entretanto, todos esperam que o ambiente seja o mesmo que empurrou o time para os triunfos que obteve no torneio. O técnico Eduardo Hungaro acredita que o Botafogo se torna praticamente invencível com aquele clima.

“O Maracanã teve um peso importante na nossa classificação para a fase de grupos e na vitória sobre o San Lorenzo. Aquele ambiente, a magia que envolve a situação é algo muito especial. Naquela atmosfera, nossos jogadores atingem um nível de competitividade que deixa a equipe muito difícil de ser vencida”, disse o treinador.

Outro fator que remete a sucesso no estádio é a presença de Wallyson. Autor de quatro gols em duas partidas da Libertadores no palco da final da Copa do Mundo, o atacante carrega nas costas a expectativa de milhões de alvinegros.

“Ele fez uma boa preparação para esta partida e confiamos num ótimo rendimento dele”, contou Eduardo Hungaro.

Fonte: O Dia Online