O zagueiro Yago, do Botafogo, foi motivo de preocupação durante o empate por 0 a 0 contra o Ceará nesta quarta-feira (6). Ele levou a pior em uma disputa de bola na área adversária, caiu zonzo e teve que sair de ambulância para ser atendido em um posto médico do estádio Nilton Santos.

Yago começou a partida no banco de reservas, tendo entrado no lugar de Carli aos 23 do segundo tempo. Pouco depois, subiu para disputar uma bola e bateu a cabeça no ombro do goleiro Éverson, do Ceará. O zagueiro caiu desorientado, não conseguiu se levantar e foi deitado no gramado por outros jogadores.

Quando os médicos do Botafogo entraram em campo, o jogador se recusou a deixar o gramado. Relatos dos médicos apontam que Yago não conseguia responder a perguntas simples e estava agressivo, tentando continuar na partida. O time carioca já tinha feito três substituições a esta altura.

Após muita insistência, inclusive do técnico Alberto Valentim, Yago finalmente aceitou entrar na ambulância e receber atendimento médico. Por conta da demora, a partida teve dez minutos de acréscimo. Ao final, Botafogo e Ceará empataram sem gols.

Fonte: UOL (texto) e Fim de Jogo (vídeo final)