O técnico Jair Ventura será julgado na próxima terça-feira pela expulsão no clássico contra o Vasco da Gama, realizado dia 14 de outubro no Maracanã, e pode pegar de um a três jogos de suspensão no Superior Tribunal de Justiça Desportiva.

Jair foi denunciado no artigo 258-B (invadir local destinado à equipe de arbitragem, ou o local da partida, prova ou equivalente, durante sua realização, inclusive no intervalo regulamentar) pela Segunda Comissão Disciplinar do STJD.

O treinador do Botafogo foi expulso por invadir o gramado nos acréscimos do clássico, que terminou com vitória do Vasco por 1 a 0. Na ocasião, o árbitro Vinicius Gonçalves Araújo (SP) escreveu o seguinte na súmula:

“Aos 45+4 do segundo tempo, expulsei o técnico da equipe Botafogo/RJ, sr. Jair Zaksauskas Ribeiro Ventura, por invadir o campo de jogo, chutando a bola, quando o jogo estava parado. Após o término da partida, o mesmo invadiu o campo, tentando retirar seus jogadores, reclamando contra as decisões arbitragem e dizendo as seguintes palavras: “Eu nunca fui expulso, porque você me expulsou?”, questionando a sua expulsão.”

Por conta da expulsão, Jair não pôde ficar à frente da equipe no jogo seguinte, contra o Avaí, em Florianópolis – seu auxiliar Emilio Faro foi o técnico no empate em 1 a 1.

Fonte: Redação FogãoNET