Já diz o ditado popular que as aparências enganam. Com 29 pontos e em 16ª lugar, o Vitória poderia ser um adversário considerado fácil, ainda mais como visitante. Não é assim que Jair Ventura enxerga o confronto de seu Botafogo contra o rubro-negro baiano no próximo domingo, às 16h, no Estádio Nilton Santos, pela 26ª rodada do Brasileirão.

“Vamos enfrentar o Vitória, uma equipe muito perigosa e que está praticamente invicta fora de casa desde que o Mancini assumiu. Vence mais fora que dentro. Sabemos da força na trasição deles, mas vamos buscar a vitória e a classificação para a Libertadores jogo a jogo. Nesse ano fomos bem na competição e vamos fazer de tudo para retornar”, analisou o técnico botafoguense.

Jair tem razão ao se preocupar com o desempenho do adversário fora de Salvador. Dos oito triunfos do clube, seis foram conquistados fora de casa. O rubro-negro tem a terceira melhor campanha como vistante, com 20 pontos conquistados longe do Barradão. Isso significa 69% dos pontos conquistados pelo Vitória no Brasileirão. Da última vez que veio ao Rio de Janeiro, a equipe baiana causou alvoroço. Na última rodada do primeiro turno, o Vitória venceu o Flamengo por 2 a 0 na Ilha do Urubu, causando a demissão do técnico Zé Ricardo.

O Botafogo ficou marcado pelo futebol de contra-ataque durante o comando de Jair Ventura. E o técnico espera não provar do próprio veneno no próximo domingo.

“Fica visível a maneira que o Vitória joga. Os quatro atacantes são muito leves. É um time de transição, que não quer a bola e vai explorar os contra-ataques. É uma estratégia. Uma equipe muito perigosa e que conquistou grandes resultados nessa forma de jogo. Sabemos do veneno e temos que surpreender para conseguirmos um resultado diferente”, analisou o técnico.

Fonte: Torcedores.com