A paciência exibida no mercado é algo que o Botafogo planeja transportar para dentro de campo em 2019. Após conviver com problemas físicos em 2018, o volante Jean passou a seguir um conselho curioso do preparador físico Felippe Capella: adotar no um perfil de “sniper”, como são chamados os atiradores de elite.

— Viver intensamente não significa ir de peito aberto. Você tem que ser estrategista. Selecionar momentos. Depois que você traça, toma a decisão. Pode ser que tenha um tiro só — explicou Jean.

Homem de confiança do técnico Zé Ricardo, o volante, de 24 anos, admitiu ter ficado ansioso com a demora para oficializar o novo vínculo — ele renovou por mais uma temporada com o Botafogo. Agora, pretende seguir a cartilha fria e calculista ensinada pela comissão técnica:

— Não dá para viver a 140km/h o tempo inteiro, porque fisiologicamente você não vai render.

Fonte: Extra Online