Jefferson admite pressão externa caso o Flamengo se classifique para Libertadores

Compartilhe:

O Botafogo passou a maior parte da temporada como o clube carioca com mais chances de se classificar para a Taça Libertadores. No entanto, a queda de rendimento no segundo turno fez com que o time deixasse o grupo dos quatro primeiros colocados no Campeonato Brasileiro. Paralelamente, o Flamengo chegou à final da Copa do Brasil e empatou em 1 a 1 com o Atlético-PR no jogo de ida, em Curitiba, e pode conseguir a vaga na competição sul-americana caso seja campeão na quarta-feira.

Essa situação já começa a aumentar a pressão externa no Botafogo pela conquista da vaga na Libertadores. O goleiro Jefferson, capitão do time, reconheceu que a cobrança nas ruas começa a aumentar em referência à situação do Flamengo.

– A gente não pode ser hipócrita. O torcedor leva isso para o lado pessoal e os comentários que ouvimos nas ruas são que precisamos ir para a Libertadores. Não pode o Flamengo ir e o Botafogo não. Mas os jogadores não pensam desse jeito. Queremos apenas dar ao torcedor a alegria de se classificar para a Libertadores e vamos nos concentrar nisso – disse Jefferson.

O Botafogo não disputa a Taça Libertadores desde 1996. O time passou 29 rodadas seguidas do Campeonato Brasileiro na zona de classificação para a competição. Faltando três rodadas para o fim, o time ocupa a quinta colocação, com 57 pontos, um a menos do que o Atlético-PR, que está em quarto.

Entre os rivais, por exemplo, Flamengo, Fluminense e Vasco estiveram juntos na Taça Libertadores de 2012. O Fluminense também disputou a competição no ano passado. O Botafogo volta a campo domingo para enfrentar o São Paulo, no Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro.

Fonte: Globoesporte.com

Comentários