Jefferson critica calendário do futebol brasileiro: ‘É complicado’

Compartilhe:

O goleiro Jefferson criticou o calendário do futebol brasileiro. Para o camisa 1 do Botafogo, um acordo deve ser adotado entre os jogadores e as entidades responsáveis pelo esporte para evitar maiores problemas. Até mesmo uma greve que chegou a ser sugerida pela Federação Nacional de Atletas Profissionais de Futebol (Fenapaf). A proposta era de paralisação geral dos atletas nas últimas duas rodadas do Brasileirão.

– Acho que a greve não vai prevalecer. Acho que isso vai ser resolvido de forma pacífica. A CBF também vai entender os jogadores. Ficar do jeito que está é complicado. Acho que tudo vai entrar num acordo – disse Jefferson, que recebeu nesta quinta-feira o título de Cidadão do Estado do Rio de Janeiro na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj).

Insatisfeitos com o calendário do futebol brasileiro, 75 jogadores de clubes das séries A e B do futebol brasileiro reivindicaram uma reunião com a CBF. Jefferson, aliás, assinou o documento divulgado em nota oficial. O goleiro do Botafogo ficou satisfeito ao tomar conhecimento da decisão do presidente da Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj), Rubens Lopes, que assegurou o Estadual com início apenas no dia 19 de janeiro.

– As duas partes estão dispostas a ceder. É desumano os jogadores voltarem de férias nos dia 8 ou 9 de janeiro e já irem a campo dia 11 ou 12, com uma pré-temporada muito curta – declarou o goleiro do Glorioso.



Fonte: Lancenet!
Comentários