O goleiro Jefferson criticou a estratégia inicial do Botafogo de insistir nas bolas aéreas para o argentino El Tanque Ferreyra na derrota para o Deportivo Quito por 1 a 0 nesta quarta-feira, em Quito, pela primeira fase da Copa Libertadores. O capitão alvinegro queria mais toque de bola.

– Fugimos das nossas características de colocar a bola no chão. A última opção era a bola aérea no Ferreyra direto e já começamos assim. Tínhamos de ter tocado mais a bola, colocado ela no chão. Mas podemos reverter essa situação lá no Rio de Janeiro – disse o goleiro à Fox Sports.

Fonte: Redação FogãoNET