Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Taça Rio

16/05/21 às 11:05 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

X

Escudo Vasco
VAS

Taça Rio

09/05/21 às 18:00 - Nilton Santos

Escudo Nova Iguaçu
NOV

0

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Carioca

02/05/21 às 18:00 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

0

X

0

Escudo Nova Iguaçu
NOV

Jefferson se emociona ao entrar em lista de maiores ídolos do Botafogo: ‘Sonho realizado’

0 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Jefferson acena para torcida do Botafogo no Estádio Nilton Santos | Campeonato Brasileiro de 2018
Vítor Silva/Botafogo

Jefferson é um caso raro no futebol moderno. Em tempos de pagamentos milionários e a ida para a Europa sendo tentadora, a escolha de fazer história no Botafogo precisa ser valorizada. E todos entenderam esse carinho demonstrado, o colocando como o 10º maior ídolo do Glorioso, em votação realizada pelos jornais O Globo/Extra. É a realização do desejo de fazer história pelo clube.

Máscaras do FogãoNET para torcedores do FogãoNET durante a quarentena da pandemia do novo coronavírus (COVID-19)

— Emoção, viu. Ser considerado o décimo maior ídolo por grandes jornalistas, renomados, que conhecem do futebol. Fico muito feliz, é um reconhecimento que poucos jogadores tiveram a oportunidade de ter, de ser. É um sonho realizado. Desde que entrei no Botafogo, era um desejo de me tornar referência e fazer história. Valeu a pena tudo que passei, ter permanecido, ter renunciado muitas coisas. Isso vem para coroar tudo aquilo que vivi no Botafogo. São dez anos e o décimo jogador escolhido — relata Jefferson.

O ex-goleiro ficou marcado pelo título carioca de 2010, sobre o Flamengo, no qual defendeu o pênalti cobrado por Adriano. Também foi herói em diversos Campeonatos Brasileiros, onde salvou o Alvinegro de situações incômodas e o colocou na Libertadores. São tantos momentos marcantes que ele prefere não especificar apenas um, mas citar todos os que fizeram parte da sua rotina no clube.

— Lembrança de todos os dias. Todos os dias que ia para o treino e vestia a camisa do Botafogo. Todos os dias que eu saia de casa para trabalhar e defender as cores do Botafogo. Cada concentração, viagem, jogo, entrada no estádio. Então, guardo com carinho todos os dias de Botafogo, quando via meus companheiros, porteiros, amigos. Vivi todos os dias intensos — completou.

Jefferson alcançou a proeza de se tornar o terceiro jogador que mais vestiu a camisa do Glorioso, em 459 oportunidades. Dono de defesas espetaculares, permaneceu no Botafogo mesmo após o rebaixamento e se firmou como uma das figuras mais idolatradas e identificada com a história alvinegra.

Fonte: Extra Online

Notícias relacionadas
Comentários