Luverdense descarta mandar jogo contra o Botafogo na Arena Pantanal, em Cuiabá

0 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Cada vez mais próximo do G-4 da Série B do Brasileiro, o Luverdense já até mudou o planejamento para as próximas rodadas da competição nacional. O duelo contra o Botafogo, por exemplo, pela 35ª rodada, no dia 10 de novembro, será mesmo disputado no estádio Passo das Emas, em Lucas do Rio Verde (330 km de Cuiabá).

Antes de chegar na até então sonhada briga pelo acesso, o duelo seria transferido para a Arena Pantanal, em Cuiabá. Não só para buscar renda, mas para atrair o torcedor da capital para acompanhar um dos grandes do futebol brasileiro.

Até aqui, o Verdão do Norte mandou apenas uma partida no estádio de Copa do Mundo – derrota por 2 a 0 para o Vitória, pela 18ª rodada. A ideia inicial antes do início da Série B era mandar até cinco jogos em Cuiabá, principalmente contra equipes que já estiveram na Série A, como Bahia e Criciúma.

A tática de não sair de Lucas do Rio Verde tem algumas vertentes bem definidas: jogar em casa em um campo que o time conhece bem e a logística complicada para o adversário, que precisa descer no aeroporto de Cuiabá e ainda pegar um ônibus até a cidade, em trecho que chega a durar até 5h. Nesta Série B, o time já atuou em 15 jogos no Passo das Emas: sete vitórias, três derrotas e cinco empates.

O estádio Passo das Emas tem capacidade para 10 mil torcedores, mas a média de público não chega a mil. Além de receber as partidas, o local também é sede de treinamentos do clube o que facilita para os jogadores na hora da partida. A expectativa é que o estádio receba lotação máxima contra o Botafogo, já que além de ser um time tradicional, a competição estará em sua reta final.

Notícias relacionadas