Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Carioca

25/04/21 às 18:00 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

X

Escudo Macaé
MAC

Carioca

17/04/21 às 16:00 - Maracanã

Escudo Fluminense
FLU

1

X

0

Escudo Botafogo
BOT

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC
ABC

1

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Caso Marcinho: delegado finaliza inquérito sobre acidente que matou professores e encaminha ao MP

22 comentários

Compartilhe

Marcinho, ex-Botafogo, deixa a 42ª DP após prestar depoimento
Twitter @tha10les/Esporte News Mundo

Alan Luxardo, delegado da 42ª DP (Recreio) que cuidava do caso do acidente envolvendo o jogador Marcinho, ex-Botafogo, que vitimou um casal de professores no fim do ano passado, finalizou o inquérito e o encaminhou ao Ministério Público nesta segunda-feira. A informação é do “GE”.

No documento, consta o indiciamento do lateral-direito por duplo homicídio culposo (que não há a intenção de matar), com o agravante da fuga do local do acidente.

O inquérito também mostra que Marcinho ingeriu bebida alcóolica por volta das 12h em restaurante próximo ao Estádio Nilton Santos, na Zona Norte, o que contradiz a versão dada pelo jogador. Porém, não é possível comprovar que as bebidas influenciaram no acidente, que ocorreu às 20h30.

Agora, o Ministério Público irá analisar os documentos enviados e decidir sobre os próximos passos. O MP pode pedir mais investigações, oferecer a denúncia à Justiça ou arquivar o inquérito realizado pela polícia.

Marcinho atropelou um casal de professores na noite do dia 30 de dezembro, e a perícia confirmou que o veículo trafegava entre 86 km/h e 110 km/h – acima do limite de velocidade. Alexandre Silva de Lima morreu no local, enquanto Maria José Cristina Soares foi hospitalizada e faleceu seis dias depois.

Fonte: Redação FogãoNET e GE

Comentários