Um dos destaques do Botafogo, Marcinho terá que passar por nova cirurgia no joelho direito. O lateral direito se mostrou conformado, mas não deu uma boa notícia para os torcedores. Mesmo ainda sem ter uma previsão de retorno exata, o jogador disse que tem apenas uma certeza: sua recuperação não será nada rápida.

“De tempo ainda não, porque isso é de acordo com cada jogador responde de uma forma, mas não será uma cirurgia com retorno rápido não. Será um retorno longo”, disse o lateral direito ao UOL Esporte.

Marcinho terá que passar por uma artroscopia no joelho direito. A data ainda não foi marcada, mas deverá ocorrer tão longo ela possa ser realizada. Somente após o procedimento é que o lateral dará início ao árduo e longo processo de fisioterapia.

Essa é a terceira lesão de Marcinho no joelho direito, embora todas sejam de características diferentes. A primeira, em abril de 2017, ocorreu após sofrer um entrose. Exames identificaram ruptura total do ligamento cruzado. Foram mais de dez meses de recuperação.

No fim do ano passado, o lateral voltou a ter entorse, mas o Botafogo optou por tratamento conservador. Após um mês, ele estava de volta aos gramados e ajudou na reta final do Campeonato Brasileiro, onde o time lutava contra o rebaixamento.

Neste início de temporada, nova entorse. Desta vez, o problema foi no menisco. A expectativa desde o início já apontava que a cirurgia seria uma possibilidade real. O tempo de recuperação era algo que intrigava, mas as palavras de Marcinho deixam claro que todos terão que ter muita paciência no processo.

Para suprir a ausência de Marcinho, o Botafogo foi ao mercado da bola e trouxe dois jogadores da posição. O primeiro a fechar foi o uruguaio Federico Barrendeguy, que defendeu o Montevideo Wanders em 2019. Nesta semana, Warley, do Santa Cruz, fechou com o clube, que já contava com Fernando – o atleta deve ser negociado no meio do ano.

Fonte: UOL