O Botafogo nunca escondeu que precisa negociar um jogador na janela de transferências internacionais para manter seus compromissos em dia. Neste cenário o volante Matheus Fernandes, revelado nas categorias de base do clube, desponta como uma das primeiras opções. O jogador, que já recebeu sondagens do Barcelona e entrou na mira de clubes do futebol francês, concedeu entrevista coletiva após o treino desta segunda-feira. Porém, disse não ter nenhuma proposta oficial.

O jogador não quis se alongar sobre o tema, dizendo que prefere manter o foco nos treinos.

“A minha vontade é a de ir a campo e jogar. Esse tipo de situação prefiro deixar com meu pai e com o clube, justamente para que eu possa me concentrar dentro de campo. Estou focado no clube, até porque não chegou nada para mim”, disse o jogador.

Ele disse que tem visto as informações pela imprensa.

“Quando sai alguma matéria em vejo, dizendo que tem gente olhando, então tenho que trabalhar bem para que outros possam olhar. Mas o meu foco está no Botafogo. Mas logicamente que se tiver um bom contrato, que venha com um bom dinheiro para o Botafogo, vamos pensar”, disse ele, que desde o ano passado tem jogado com grande frequência entre os titulares do Botafogo, se valorizando.

O jogador falou ainda sobre a maneira como o grupo vem se adaptando ao estilo do novo treinador, Marcos Paquetá. Na visão dele, o jeito de trabalhar não é muito diferente do de Alberto Valentim, que foi para o futebol da Arábia Saudita.

“Estamos nos adaptando mais à questão de movimentação. Desde o começo ele vem falando que não vai existir uma mudança brusca na forma de trabalhar. Aí ele fica sempre perto da gente nos treinos procurando passar motivação. Esta parada tem sido importante neste sentido”, disse o jogador, que deixou apressado a sala de entrevistas pois tinha prova para tirar carteira de habilitação: “Meu pai não aguenta mais me trazer para treinar. Mas estou nervoso com esta prova”.

O elenco do Botafogo treinou na manhã desta segunda-feira no Estádio Nilton Santos. O goleiro Gatito Fernández, se recuperando de lesão no punho esquerdo, fez trabalho em separado. Outra ausência foi o centroavante Kieza, que foi liberado pela diretoria para resolver problemas particulares no Espírito Santo.

Na atividade Marcos Paquetá dividiu o elenco em dois grupos, mas sem sinais de titulares e reservas. Uma parte fazia trabalhos técnicos e outra trabalhava posse de bola, se invertendo nas atividades. Um grupo tinha Gustavo Bochecha, Luiz Fernando, Jean, Igor Rabello, Brenner e Leonardo Valencia. Já o outro tinha Marcelo Benevenuto, Joel Carli, Gilson, Marcinho, Rodrigo Lindoso e Renatinho.

Ao fim da atividade, Renatinho treinou cobranças de pênaltis e de faltas. Quem esteve presente foi o novo auxiliar técnico Esdras Lopes, que trabalha com Marcos Paquetá, mas que estava na Índia tratando da sua liberação junto ao Pune City, clube local onde o atual treinador alvinegro estava trabalhando.

Nesta terça-feira o plantel volta a trabalhar na parte da manhã. O próximo desafio do Botafogo será pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro, diante do Corinthians, na quarta-feira dia 18 de julho, na Arena Corinthians, em São Paulo (SP).

Fonte: Gazeta Esportiva