O comentarista Mauro Cezar Pereira, dos canais ESPN, inventou um substantivo para definir o jeito de atuar do Botafogo sob o comando do técnico Eduardo Barroca: o “Barrocabol“. O jornalista elogiou muito a performance da equipe alvinegra, que venceu o CSA por 2 a 1 no domingo e subiu para a quarta posição do Campeonato Brasileiro.

Durante o programa “Linha de Passe”, da ESPN Brasil, Mauro Cezar ainda comparou a forma de jogar do Botafogo com a do Fluminense de Fernando Diniz. No Brasileirão, o Botafogo tem 15 pontos e o Flu, apenas sete:

– Em dez dias, o Barrocabol fez o Botafogo, de um time que detestava ficar com a bola, que era o do Zé Ricardo, a ser um que fica com a bola, troca passes. Tinha uma dificuldade inicial de criar situações de gol, de finalizar. Era um problema, mas aos poucos ele vai conseguindo corrigir. O Barrocabol tem semelhanças ao estilo do Fernando Diniz, mas está ajustando a equipe a não ser tão dependente daquela troca interminável de passes – comentou Mauro.

O jornalista lembrou que a oportunidade a Eduardo Barroca deveria ter chegado em 2018, quando na ocasião o Botafogo preferiu efetivar Felipe Tigrão. Barroca foi para o Corinthians, onde comandou a equipe sub-20, antes de assumir o cargo no Botafogo após a demissão de Zé Ricardo.

– O Botafogo vai fazendo um campeonato importante, entrou preocupadíssimo com o rebaixamento, teve uma aposta arriscada num técnico com pouca experiência, e foi algo que deveria acontecer no ano passado, quando o Tigrão foi efetivado. Barroca é um técnico jovem, com coragem para fazer o time jogar de uma forma que não é aquela coisa medíocre de ficar todo mundo marcando em seu campo e mandando bola lá para frente para ver o que acontece.

Mauro Cezar Pereira ainda teceu elogios ao atacante Diego Souza, que teve atuação destacada na vitória sobre o CSA:

– O Diego Souza foi decisivo contra o Vasco, e hoje (domingo) o gol do empate também teve a participação do jogador que foi dado pelo São Paulo. Foi uma generosa contribuição do São Paulo que os alvinegros agradecem.

Fonte: Redação FogãoNET