As dores na virilha ainda incomodam, e o meia Camilo não tem presença garantida no confronto entre Botafogo e Corinthians, sábado, pelo Brasileiro. Se for vetado, será a primeira vez que desfalcará a equipe no campeonato desde que chegou ao Alvinegro, em junho. E, embora ele tente minimizar sua importância para o time, os números indicam que o camisa 10 já é protagonista.

Camilo foi quem mais deu passes para finalizações (27) e quem mais fez cruzamentos (113) neste Brasileiro — e olha que ele não participou das dez primeiras rodadas.

Dados do “Footstats” mostram que o armador é o segundo do time em assistências (deu quatro, contra seis do lateral-direito Luis Ricardo) e finalizações (32, atrás só de Neilton, com 44). Ele também se destaca na hora de marcar: são seis gols feitos, um a menos que Neilton e quatro a menos que Sassá.

— Não vejo uma “Camilodependência” — afirmou o meia: — Outros jogadores cresceram e ajudaram a levar o Botafogo aonde está hoje.

Os exames não apontaram problema grave e, com as sessões diárias de fisioterapia, Camilo espera estar à disposição de Jair Ventura logo.

— Estou fazendo o máximo para voltar o mais breve possível. Queria já estar treinando — disse.

Fonte: Extra Online